Geral

Paulo Duarte começa a buscar apoio e pede recuperação da Câmara

Acompanhado da esposa Maria Clara, da vice-prefeita eleita, Márcia Rolon (PSD) e do presidente do Diretório Municipal do PT, Wilton Panovitch, o prefeito eleito Paulo Duarte (PT), começou a segunda-feira reunindo a imprensa e a maioria dos vereadores eleitos na Associação Comercial de Corumbá. Ele disse que nesta terça-feira, já estará na Assembleia Legislativa trabalhando […]

Arquivo Publicado em 08/10/2012, às 15h41

None
1387080581.bmp

Acompanhado da esposa Maria Clara, da vice-prefeita eleita, Márcia Rolon (PSD) e do presidente do Diretório Municipal do PT, Wilton Panovitch, o prefeito eleito Paulo Duarte (PT), começou a segunda-feira reunindo a imprensa e a maioria dos vereadores eleitos na Associação Comercial de Corumbá. Ele disse que nesta terça-feira, já estará na Assembleia Legislativa trabalhando para cumprir os compromissos feitos em campanha e pediu aos vereadores de sua base de sustentação que trabalhem para “recuperar a importância da Câmara”.


“Amanhã estarei na Assembleia Legislativa participando da sessão e pedindo aos deputados que serão nossos parceiros na administração a liberação de emendas para cumprir um dos compromissos firmados durante a campanha”, afirmou o prefeito eleito. Duarte quer garantir verbas para a instalação de aparelhos de ar-condicionado em todas as escolas da Rede Municipal de Ensino e afirmou que cumprirá seu mandato de deputado até o fim deste ano, até mesmo para trabalhar por melhorias para o município.


Durante a reunião na Associação, ele recebeu 9 dos 11 vereadores que foram eleitos dentro das coligações feitas em sua campanha e que farão parte de sua base de sustentação na Câmara Municipal de Corumbá. Somente quatro vereadores, dois do PMDB e dois do PP foram eleitos pela oposição.


“Eu peço a vocês que restabeleçam a importância da Câmara Municipal que é um órgão importante, não só para a administração, mas para fazer a ponte entre a população e o Executivo Municipal”, pediu, ao dizer que o atual parlamento não corresponde ao que deveria realmente produzir. “É tanta baixaria que chegaram ao cúmulo de falar no plenário da Câmara do meu pai e do pai do prefeito Ruiter, que foram muito amigos e que já não estão mais aqui para se defender, e essa ferida nunca irá cicatrizar dentro do meu coração”, desabafou Duarte.


Sobre transição, Paulo Duarte elogiou o governo do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) pelo tino empreendedor e pelo desenvolvimento que imprimiu ao município nos últimos oito anos. “Eu vou primeiro conversar com o prefeito Ruiter, que é quem conduzirá o processo na Prefeitura, para saber como ele gostaria de fazer essa transição para que a gente possa começar a pensar no nosso governo a partir de 2013”, afirmou.


Duarte pretende fazer uma transição tranquila, mas não quis adiantar se mexe ou não no organograma das secretarias municipais e nem se já existem nomes para assumir alguma das pastas. “É a tranquilidade que nós pregamos durante toda a campanha e vamos pegar tudo aquilo de bom que foi feito pelo prefeito Ruiter para dar prosseguimento, para fortalecer. Para isso, é importante que a gente conheça todos os projetos que estão em andamento, até para que possamos dar continuidade aos projetos importantes que estão sendo implementados”, garantiu.


Paulo Duarte viaja ainda hoje para Campo Grande para participar das sessões na Assembleia Legislativa. Ele disse que durante esses três meses, vai se dividir entre a Capital e Corumbá, no trabalho na equipe de transição. O prefeito eleito não pensa em férias este ano e se mostrou altamente motivado para dar início aos trabalhos como executivo, afirmando sempre que “tudo depende de equipe e vamos montar uma grande equipe e parcerias para fazermos uma grande administração por Corumbá e para o povo de Corumbá”.

Jornal Midiamax