Geral

Patricia Amorim não garante permanência de Joel Santana

Em entrevista ao “O Globo”, a presidente Patricia Amorim deixou claro que a permanência de Joel Santana no cargo não está garantida. Por ora, a mandatária prefere recorrer a respostas evasivas, mas não deu uma declaração capaz de convencer que o treinador ficará no clube em caso de mais uma eliminação no primeiro semestre. “Um […]

Arquivo Publicado em 21/04/2012, às 12h24

None

Em entrevista ao “O Globo”, a presidente Patricia Amorim deixou claro que a permanência de Joel Santana no cargo não está garantida. Por ora, a mandatária prefere recorrer a respostas evasivas, mas não deu uma declaração capaz de convencer que o treinador ficará no clube em caso de mais uma eliminação no primeiro semestre.


“Um dia de cada vez, senão você nem acorda”, disse a presidente Patricia Amorim.


Se o time for derrotado pelo Vasco no clássico de amanhã, a diretoria terá problemas caso tome a decisão de demitir o treinador. Decidindo pela rescisão unilateral, o Flamengo teria que indenizar Joel Santana com o restante dos salários até o fim de seu contrato, que vai até dezembro. Ou
seja, cerca de R$ 3 milhões.


Isso dificulta o processo, uma vez que o clube ainda não acertou com o ex-treinador Vanderlei Luxemburgo sobre a multa pela rescisão.


“Por que ele não continuaria? O Joel tem um contrato a cumprir. Nós não trabalhamos pensando que não vai dar certo. Ele está trabalhando e indo muito bem”, disse.

Jornal Midiamax