Geral

Parceria Votorantim pela Educação inicia o segundo ciclo de atividades

projeto Parceria Votorantim pela Educação (PVE) iniciou o segundo ciclo de trabalho nos municípios de atuação do projeto. Esta fase visa conscientizar os alunos e suas famílias em relação à importância de frequentar a escola continuamente e concluir os estudos. O Parceria Votorantim pela Educação tem o desafio de, por meio do engajamento de seus […]

Arquivo Publicado em 13/06/2012, às 18h12

None

projeto Parceria Votorantim pela Educação (PVE) iniciou o segundo ciclo de trabalho nos municípios de atuação do projeto. Esta fase visa conscientizar os alunos e suas famílias em relação à importância de frequentar a escola continuamente e concluir os estudos.


O Parceria Votorantim pela Educação tem o desafio de, por meio do engajamento de seus agentes-mobilizadores em articulação com o poder público de cada região, promover a melhora da qualidade da educação pública. Neste contexto, o projeto inicia seu segundo ciclo de atividades com a temática “Todo dia é dia de criança na escola”.


Paralelamente está sendo realizado o Concurso Tempos de Escola, que encerrou suas inscrições no inicio de junho e tem o propósito de incentivar os alunos a produzirem redações criativas que contem sobre a “escola de seus sonhos”. Outras oportunidades de estímulo ao aprendizado também serão exploradas pelos grupos de Mobilização Interna (funcionários da Votorantim) e Externa (agentes-chave da comunidade), Gestão Pública (composto por profissionais das Secretarias Municipais de Educação) e Gestão Escolar (formado por diretores e coordenadores das escolas) envolvidos na iniciativa.


No terceiro ciclo serão trabalhadas questões direcionadas à valorização do professor. O quarto ciclo será baseado no engajamento de toda a comunidade com a causa, o que resultará na realização de Fóruns Municipais de Mobilização.


O projeto Parceria Votorantim pela Educação (PVE) apoia as diretrizes previstas no Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) do Ministério da Educação e já teve sua metodologia reconhecida pela Fundação Banco do Brasil como uma Tecnologia Social passível de ser compartilhada e replicada.


Os municípios participantes em 2012 são:Arroio Grande (RS), Aracruz (ES), Barra Mansa (RJ), Capão Bonito (SP), Capão do Leão (RS), Caravelas (BA), Catanduva (SP), Conceição da Barra (ES), Fortaleza de Minas (MG), Governador Mangabeira (BA), Itapeva (SP), Jacareí (SP), Jambeiro (SP), Laranjeiras (SE), Miraí (MG), Niquelândia (GO), Paracatu (MG), Paulista (PE), Primavera (PA), Resende (RJ), Ribas do Rio Pardo (MS), Rio Branco do Sul (PR), Santa Branca (SP), São Mateus (ES), São Miguel Paulista (SP), Sobradinho – Brasília (DF), Sobral (CE), Três Marias (MG), Vazante (MG), Vila Valério (ES) e Xambioá (TO).


Sobre o Instituto Votorantim


O Instituto Votorantim foi criado em 2002 com o objetivo de qualificar o investimento social do Grupo Votorantim. Sua criação veio fortalecer sinergias entre as empresas, além de identificar e aproveitar oportunidades de gerar valor para a sociedade.


O Grupo está presente em mais de 300 municípios em todo o Brasil e o Instituto Votorantim desenvolve um trabalho focado no desenvolvimento local sustentável das comunidades com as quais a empresa se relaciona.


O Instituto Votorantim acredita, também, que o jovem é a principal força transformadora da sociedade e, por este motivo, concentra seus esforços em programas voltados para a juventude nos campos de educação, trabalho, cultura, esporte, e preservação e fortalecimento de direitos infanto-juvenis. Saiba mais em: www.institutovotorantim.org.br


Sobre a Fibria


Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria possui capacidade produtiva de 5,25 milhões de toneladas anuais de celulose, com fábricas localizadas em Três Lagoas (MS), Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint venture com a Stora Enso. Em sociedade com a Cenibra, opera o único porto especializado em embarque de celulose, Portocel – Terminal Portuário de Barra do Riacho (ES). Com uma operação integralmente baseada em plantios florestais renováveis localizados nos Estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Bahia, a Fibria trabalha com uma base florestal total de 1,077 milhão de hectares, dos quais 405 mil são destinados à preservação permanente.

Jornal Midiamax