Geral

Para Giroto 2º turno será uma nova eleição

Com a definição de um segundo turno o candidato da Coligação Mais Trabalho por Campo Grande, Edson Giroto afirma que será preciso recomeçar como se fosse uma nova eleição e, de acordo com o peemedebista, o contato mais direto com o eleitor constituirá um fator determinante para decidir o futuro da cidade. “Foi uma eleição […]

Arquivo Publicado em 08/10/2012, às 11h58

None
1998338877.jpg

Com a definição de um segundo turno o candidato da Coligação Mais Trabalho por Campo Grande, Edson Giroto afirma que será preciso recomeçar como se fosse uma nova eleição e, de acordo com o peemedebista, o contato mais direto com o eleitor constituirá um fator determinante para decidir o futuro da cidade.


“Foi uma eleição difícil onde atacaram a cidade e o povo campo-grandense. Fizemos uma campanha propositiva e a cidade terá que decidir quem conhece o município e aquele que tem fala fácil. Contribuí muito quando fui secretário de Obras com o planejamento da cidade, com a questão administrativa e participei de todo esse desenvolvimento de Campo Grande. Agora iremos intensificar o contato com a população e cobrar duro do outro candidato para que ele mostre o que fez pela cidade”, disse Giroto.


O candidato disse que a partir de agora novas alianças serão estabelecidas. “Vamos conversar com os partidos para buscarmos o entendimento. Estabeleceremos novas alianças. A partir de amanhã começa uma nova eleição e vamos encará-la com muito otimismo, fé e a certeza que iremos trabalhar por uma Campo Grande que não pode parar!”.


Metas


Durante o trabalho eleitoral, Giroto apresentou suas 15 metas definidas para levar mais qualidade de vida para a população e proteção à família. Foram criados propostas para aumentar o número de crianças nos Centros de Educação Infantil (Ceinfs), a implantação de Centros Sociais Coração de Mãe para integrar a rede municipal de ensino e dar condições de crianças e adolescentes desenvolverem suas aptidões e melhorar o aprendizado, a humanização da área da saúde com a contratação de mais médicos e a fiscalização com maior rigor para melhorar o atendimento.


Além disso, apresentou suas propostas de recapeamento de ruas e avenidas e de pavimentação de vias públicas em diversos bairros. Está em suas metas também, a capacitação do trabalhador e o aumento de renda, com a instalação de polos industriais e o incentivo para a vinda de empresas possibilitando a geração de empregos.


O cuidado com o trabalhador rural e incentivo a produção familiar com a instalação de um barracão no Centro de Abastecimento do Mato Grosso do Sul (Ceasa) e o fortalecimento da produção com a manutenção de vias rurais, também fazem parte de suas metas.


Na área da segurança, a Guarda Municipal seria a principal beneficiada com a capacitação dos agentes públicos e a implantação de uma central de monitoramento com a implantação de câmeras de vigilância em prédios e vias públicas. A melhora do transporte público com a modernização dos terminais de transbordo e o aumento da frota de ônibus, com a criação de vias exclusivas fazendo com que a viagem mais rápida e segura.


“Tenho muito orgulho daquilo que fizemos e tenho minha própria personalidade. Sei que podemos fazer porque já fizemos, tanto como secretário quanto como deputado federal. Vamos ressaltar novamente tudo o que construímos e tudo aquilo que vamos implantar para melhorar a vida do cidadão campo-grandense”, ressalta Giroto.

Jornal Midiamax