Geral

Pai de judoca saudita ameaça retirar filha dos Jogos de Londres

O pai da judoca saudita Wodjan Ali Seraj Abdulrahim Shahrjani ameaçou nesta segunda-feira retirá-la dos Jogos de Londres se os organizadores não permitirem que ela use o véu islâmico na competição. Ali Seraj Abdulrahim Shahrjani disse por telefone em Londres ao jornal saudita Al-Watan que não permitirá que sua filha participe da competição se “a […]

Arquivo Publicado em 30/07/2012, às 16h40

None

O pai da judoca saudita Wodjan Ali Seraj Abdulrahim Shahrjani ameaçou nesta segunda-feira retirá-la dos Jogos de Londres se os organizadores não permitirem que ela use o véu islâmico na competição. Ali Seraj Abdulrahim Shahrjani disse por telefone em Londres ao jornal saudita Al-Watan que não permitirá que sua filha participe da competição se “a Federação Internacional de Judô continuar exigindo que retire o véu”.


A entrada no tatame da judoca na sexta-feira ainda está sendo discutida, informou no domingo um porta-voz do Comitê Olímpico Internacional (COI). “As partes interessadas se reuniram e conversaram”, declarou à imprensa Mark Adams, diretor de comunicação do COI.


“O diálogo foi construtivo. Li que havia uma ameaça de desistência, mas, pelo que sei, não é verdade”. Para autorizar esta presença histórica das mulheres, o príncipe Nawaf ben Faysal, autoridade dos esportes no ultraconservadora Arábia Saudita, exigiu que as atletas utilizem uma vestimenta islâmica e a presença de um parente próximo, entre outras condições.


No entanto, a Federação Internacional de Judô advertiu que Shahrjani não poderá participar na sexta-feira em sua categoria até 78 kg se ela insistir em usar o ”hijab” ou véu islâmico. O judô é um dos esportes olímpicos que obriga seus atletas a lutar com a cabeça destapada.

Jornal Midiamax