Geral

Paciente, Espanha goleia Irlanda e assume liderança do Grupo C da Eucopa

Como de costume, a Espanha usou a sua maior virtude nesta quinta-feira: a paciência, fundamental na tranquila vitória por 4 a 0 sobre a Irlanda, na Arena Gdansk, em Gdansk (Polônia), pela segunda rodada do Grupo C da Eurocopa. Com o triunfo, a Fúria deu mais um passo rumo à classificação aos mata-matas da competição […]

Arquivo Publicado em 14/06/2012, às 20h03

None
256090315.jpg

Como de costume, a Espanha usou a sua maior virtude nesta quinta-feira: a paciência, fundamental na tranquila vitória por 4 a 0 sobre a Irlanda, na Arena Gdansk, em Gdansk (Polônia), pela segunda rodada do Grupo C da Eurocopa. Com o triunfo, a Fúria deu mais um passo rumo à classificação aos mata-matas da competição continental, enquanto a Irlanda confirmou as expectativas e foi eliminada.


Os espanhois começaram trocando muitos passes no meio-campo, tentando achar espaço na insegura defesa irlandesa, que viu o atacante Fernando Torres abrir o placar logos aos três minutos: o atacante aproveitou bobeada adversária no meio da área, limpou a marcação e chutou forte para colocar a seleção espanhola na frente.


Mesmo após o tento, a Espanha continuou com a maior posse de bola, levando mais perigo à meta do goleiro Given, que garantia a derrota pelo placar mínimo para a Irlanda, que só apostava na velocidade, quase ausente, de Duff e nas bolas longas para os apagados Keane e Cox, que só tinham alguma chance quando a Fúria saía jogando errado.


Assim como na etapa inicial, a Fúria começou com tudo no tempo complementar. Aos quatro minutos, o goleiro Given espalmou para o meio da área, onde se encontrava David Silva, que, com muita calma, acertou um chute no cantinho do goleiro irlandês, que nada pôde fazer. Depois do segundo tento espanhol, a Irlanda sentiu e ficou entregue.


Aproveitando muito bem a livre lateral-direita, onde Arbeloa e David Silva tabelavam com tranquilidade, a seleção espanhola continuava a mandar totalmente no duelo. Restou a Given, que fez lindas defesas, ser o destaque da partida, que só via uma equipe jogar. Walters, que entrou no lugar de Cox no intervalo, era o mais ativo, mas não conseguia levar perigo aos espanhois.


Com os três pontos praticamente garantidos, a Espanha recuou e a Irlanda se animou, passando a se soltar um pouco mais no ataque. Com isto, coube à Fúria aproveitar os espaços deixados nos contra-ataques. Aos 25 minutos, Fernando Torres recebeu passe em profundidade e saiu na cara de Given. O atacante teve calma e tocou na saída do arqueiro.


Já quando o relógio marcava 37 minutos, após cobrança de escanteio, Fábregas, em sua primeira aparição na partida, saiu livre na cara do gol e encheou o pé para sacramentar a goleada espanhola.


As duas seleções nacionais voltam a campo na próxima segunda-feira, quando a Irlanda enfrenta a Itália, em Póznan (Polônia), e a Espanha encara a Croácia, também em Gdansk, confronto direto pela liderança do Grupo C da Euro.



Jornal Midiamax