Geral

Paciente com problema pulmonar recebe oxigênio com atuação da Defensoria Pública

A Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso do Sul obteve decisão favorável para que o assistido Igor de Arruda Paiva dos Santos, de 23 anos, receba oxigênio domiciliar. Na Ação de Obrigação de Fazer com pedido de tutela antecipada o defensor público responsável pelo caso, Luciano Montalli, relatou o delicado estado de saúde do […]

Arquivo Publicado em 19/01/2012, às 22h39

None

A Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso do Sul obteve decisão favorável para que o assistido Igor de Arruda Paiva dos Santos, de 23 anos, receba oxigênio domiciliar.


Na Ação de Obrigação de Fazer com pedido de tutela antecipada o defensor público responsável pelo caso, Luciano Montalli, relatou o delicado estado de saúde do paciente, que foi diagnosticado com fibrose pulmonar. “Ele não consegue mais realizar suas atividades, nem mesmo andar”, afirmou.


A mãe do rapaz, Valdeci de Arruda Paiva, de 43 anos, foi quem procurou a Defensoria Pública, após ser orientada pela médica e ter o pedido negado junto a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau). “A consulta dele foi em 11 de janeiro, no dia seguinte já estava na Defensoria e se não tivesse essa intervenção não teríamos conseguido”, afirmou.


A decisão favorável ao pedido saiu na sexta-feira (13), mas somente cinco dias depois o cilindro foi entregue ao paciente, que já voltou a dar alguns passos.


“Desde quarta-feira (18) a tarde quando o oxigênio chegou ele já conseguiu andar devagar. Acreditamos que com o tratamento não será necessário realizar transplante”, finalizou a mãe do assistido.

Jornal Midiamax