Geral

Operação ‘Tranquilidade Pública’ fecha 7 comércios e captura 8 foragidos na Capital

A operação teve como objetivo minimizar os problemas de ordem social, com abordagens a pessoas em bares e conveniências

Arquivo Publicado em 30/07/2012, às 17h01

None

A operação teve como objetivo minimizar os problemas de ordem social, com abordagens a pessoas em bares e conveniências

Balanço da operação Tranquilidade Pública, realizada na Capital de sexta a domingo, em Campo Grande, aponta que 762 pessoas foram abordadas em bares e conveniências, além da checagem em 91 automóveis e 58 motocicletas, o que resultou em 47 autos de infração, seis veículos e duas CNH’s (Carteira Nacional de Habilitação) recolhidas.


Além disso, foram vistoriados 24 comércios e sete acabaram sendo fechados por estar com alguma irregularidade. O conselho tutelar recolheu 28 adolescentes que estavam em situação de risco.


Ontem (29), em abordagem durante a madrugada no bairro São Conrado, policiais militares prenderam um homem de 30 anos em posse de um revólver calibre 38 e uma garrucha calibre 28.


Na Avenida Duque de Caxias, próximo ao aeroporto, os policiais apreenderam uma adolescente na madrugada de hoje, acusado de ferir uma mulher com golpes de faca. O adolescente infrator foi encaminhado para a delegacia especializada.


Ao mesmo tempo, em abordagens rotineiras, homens do 1º BPM efetuaram a prisão de oito foragidos da justiça em vários bairros na Capital. Um homem de 36 anos foi preso no sábado (28), após ser abordado pela PM no centro de Campo Grande, segundo denúncias ele comercializava drogas na Rua Barão do Rio Branco esquina com Joaquim Nabuco.


Ao ser checado pelos policiais, foi constatado que ele era evadido da Colônia Penal Agrícola. Também foi capturada na Rua Sete de Setembro uma mulher de 38 anos, que estava com um mandado de prisão em aberto.


Também foi preso um homem de 26 anos no Jardim Panamá, com um mandado de prisão em aberto por ter cometido o crime de estupro.


Outro indivíduo que estava evadido da Colônia Penal Agrícola foi preso no domingo (29), após denúncias de que ele estaria em sua residência no Jardim Tijuca. Também um adolescente foi apreendido no Jardim Batistão, contra ele havia um mandado de busca e apreensão expedido pela Vara da Infância e Juventude de Campo Grande.


A operação teve como objetivo minimizar os problemas de ordem social das áreas citadas, através de abordagens a pessoas em bares e conveniências, além de bloqueios policiais e teve como participação a Polícia Militar, o Conselho Tutelar e a Semadur, abrangendo as Regiões Central, Lagoa e Imbirussu.

Jornal Midiamax