Geral

Operação ‘Tolerância Zero’ em Dourados prende três e apreende carros e motos

Operação “Tolerância Zero” voltou a ser realizada neste final de semana em Dourados. Ação ostensiva de fiscais do Juizado da Infância e Juventude, com o apoio das policias Militar e Civil, além da Guarda Municipal, percorreu boates da área central e bares em diferentes bairros da cidade. Iniciada na noite de sexta-feira, a operação encerrou […]

Arquivo Publicado em 22/07/2012, às 12h46

None
1907284835.jpg

Operação “Tolerância Zero” voltou a ser realizada neste final de semana em Dourados. Ação ostensiva de fiscais do Juizado da Infância e Juventude, com o apoio das policias Militar e Civil, além da Guarda Municipal, percorreu boates da área central e bares em diferentes bairros da cidade.


Iniciada na noite de sexta-feira, a operação encerrou na madrugada deste domingo. Três pessoas foram detidas por desacato e uma outra por desobediência. Várias motos e carros foram apreendidos e encaminhados ao pátio do Detran. Todos eles estavam com documentação irregular.


A operação é comandada pelo juiz da Infância e Juventude, Zaloar Murat Martins, sendo coordenada neste final de semana pela fiscal Nélida Garcia Melo Soares. Os fiscais percorreram dezenas de estabelecimentos, na área central e bairros.


O arrastão, que tem como objetivo combater a criminalidade em geral, adentrou, inclusive, nas boates do centro da cidade. Um dos locais foi o estabelecimento onde um jovem foi assassinado na madrugada deste domingo. Nenhum menor foi encontrado no estabelecimento, que estava regularizado para realizar a festa “Ai como eu tô bandida!”


Arrastão


A fiscalização será permanente e pode ser retomada a qualquer dia da semana. “A ordem é tolerância zero”. Quem desrespeitar o que prega a portaria assinado pelo juiz será autuado nos termos do artigo 194 do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), estarão sujeitos a multas e, em caso de reincidência, poderão ter seus estabelecimentos fechados, entre outras medidas previstas pelo artigo 258 do ECA.


Segundo a portaria de número 001/2011, baixada pelo juiz Zaloar, é proibida a entrada de menores de dezoito anos nos eventos com livre distribuição de bebidas alcoólicas ou venda de bebidas alcoólicas a preço simbólico. Também proibe o ingresso de crianças e adolescentes menores de 16 anos em boates e congêneres, salvo se reservados para comemorações privadas, de caráter familiar, sem venda de ingressos.

Jornal Midiamax