Geral

Obra em nascente de córrego gera multa de R$ 20 mil a pecuarista

Para aproveitar a água do córrego para dessedentação dos gados, uma pecuarista levantou uma construção em uma nascente de Costa Rica sem autorização ambiental e foi multada em R$ 20 mil. O flagrante foi feito nesta quarta-feira (25), pela Polícia Militar Ambiental da cidade. Além de não ter licença ambiental para a construção da obra, […]

Arquivo Publicado em 26/01/2012, às 09h39

None
Para aproveitar a água do córrego para dessedentação dos gados, uma pecuarista levantou uma construção em uma nascente de Costa Rica sem autorização ambiental e foi multada em R$ 20 mil. O flagrante foi feito nesta quarta-feira (25), pela Polícia Militar Ambiental da cidade.
Além de não ter licença ambiental para a construção da obra, as atividades causaram degradação de Áreas de Preservação Permanente (APP) do curso d’água, que foi desviado por meio de um sistema de manilhas de concreto e valetas.
Segundo a polícia, a proprietária da Fazenda Água Santa, onde ocorreu a infração, responderá por crime ambiental de degradar área de preservação permanente. Se condenada, poderá pegar pena de um a três anos de detenção. Os policiais notificaram a pecuarista a realizar um projeto de recuperação da área degradada.
Jornal Midiamax