Geral

Obama pede a Congresso US$ 60 bi por furacão Sandy

O presidente americano, Barack Obama, pedirá ao Congresso um aumento no orçamento de mais de US$ 60 bilhões para atender às regiões do nordeste dos Estados Unidos devastadas no fim de outubro pelo mortal furacão Sandy, anunciou esta sexta-feira um encarregado da Casa Branca. Os governadores dos estados de Nova York, Andrew Cuomo, e de […]

Arquivo Publicado em 07/12/2012, às 23h44

None

O presidente americano, Barack Obama, pedirá ao Congresso um aumento no orçamento de mais de US$ 60 bilhões para atender às regiões do nordeste dos Estados Unidos devastadas no fim de outubro pelo mortal furacão Sandy, anunciou esta sexta-feira um encarregado da Casa Branca. Os governadores dos estados de Nova York, Andrew Cuomo, e de Nova Jersey, Chris Christie, os mais afetados pela supertempestade, saudaram o pedido de Obama e destacaram que a quantia, se for aprovada pelos legisladores, permitiria reconstruir as regiões afetadas e proteger a região contra futuros eventos meteorológicos desta magnitude. Segundo expressaram em uma nota Cuomo e Christie, a ampliação orçamentária permitirá aos seus estados “recuperar, reparar e reconstruir melhor e mais forte do que antes” a infraestrutura danificada.

Provocando ventos intensos e uma forte maré, Sandy tocou terra em 29 de outubro, matando mais de 110 pessoas, inundando o sistema subterrâneo do metrô de Nova York e deixando sem luz centenas de milhares de pessoas. As inundações e o vento também destruíram ou danificaram centenas de milhares de casas, escolas e hospitais em todo o país, e causaram o caos no abastecimento de combustível depois que refinarias e postos ficaram danificadas.

O pedido de Obama, que provavelmente dará lugar a uma luta interna feroz no Congresso, é inferior ao custo de mais de US$ 80 bilhões em que foram avaliados os danos nos três estados mais afetados: Nova York, Nova Jersey e Connecticut. Christie (republicano) e Cuomo (democrata) estiveram na Casa Branca nos últimos dias, no âmbito de negociações que procuravam ajustar o pedido de financiamento exterior a incluir no orçamento que Obama vai realizar no Congresso.

Jornal Midiamax