Geral

Nelsinho diz que clima de instabilidade política pode prejudicar educação em Campo Grande

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, realizou na manhã desta sexta-feira (14), na Escola Municipal Professor Vanderlei Rosa de Oliveira, a entrega dos laboratórios de ciência e matemática. Ao todo, serão entregues 72 novas salas na Rede Municipal de Ensino. Na ocasião, Nelsinho falou que o clima de instabilidade política pode vir a […]

Arquivo Publicado em 14/12/2012, às 15h06

None

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, realizou na manhã desta sexta-feira (14), na Escola Municipal Professor Vanderlei Rosa de Oliveira, a entrega dos laboratórios de ciência e matemática. Ao todo, serão entregues 72 novas salas na Rede Municipal de Ensino. Na ocasião, Nelsinho falou que o clima de instabilidade política pode vir a prejudicar a educação da Capital.

“Receio que a educação pública na cidade possa ser prejudicada no início do ano, pois como aumenta a demanda, o prefeito eleito pode querer dar outra destinação a estas 72 salas que foram construídas para servirem como laboratórios às escolas.”

Cada sala teve um custo R$ 113 mil para execução e mobília. Cada laboratório de ciência necessita de R$ 35 mil em investimento com equipamentos. Já os de matemática, R$ 50 mil cada sala.

Ele comentou ainda que a escola é uma referência para a rede municipal e que o projeto fecha um ciclo de inaugurações, relativas a educação, iniciada no começo do ano.

Conforme o prefeito, o investimento na execução das 72 novas salas se deve a um remanejamento no investimento da educação. “No início do ano foram compradas bermudas e tênis aos alunos maiores, mas apenas os pequenos usavam. Suspendemos a compra destes materiais e conseguimos direcionar o recurso para a construção das salas.”, explicou.

A respeito da conclusão de obras, como a da avenida Ernesto Geisel, no final de seu mandato, Nelsinho disse que as obras que não forem concluídas serão relacionadas para que seja feita um encaminhamento de forma a serem executadas pela próxima gestão.

Jornal Midiamax