Geral

Nelsinho divulga pacote de obras e show de Michel Teló no aniversário de Campo Grande

No dia 26 de agosto haverá show com o cantor e a partir do dia 1º serão realizadas várias obras na cidade, entre elas está prevista a ciclovia na Afonso Pena

Arquivo Publicado em 25/07/2012, às 14h49

None
1375122408.jpg

No dia 26 de agosto haverá show com o cantor e a partir do dia 1º serão realizadas várias obras na cidade, entre elas está prevista a ciclovia na Afonso Pena

Com direito a show do cantor sertanejo Michel Teló no aniversário da cidade, o prefeito Nelsinho Trad anunciou na manhã desta quarta-feira, 25, a programação dos 113 de Campo Grande com a inauguração de R$ 200 milhões em obras. “Para mim 13 é um número cabalístico, pois sou botafoguense e supersticioso”, brincou o prefeito sobre o aniversário de emancipação da cidade, no início de seu discurso.

Com 23 semanas para o encerramento de seu mandato, Nelsinho convocou toda a equipe da prefeitura a se empenhar ao máximo para concluir a administração da Capital. “Fecharemos o mandato com chave de ouro para o futuro prefeito dar sequência ao andamento da cidade”, afirmou.

O calendário de eventos será lançado no próximo dia 1º de agosto e se estende até o dia 26 de setembro, quando será inaugurada uma academia ao ar livre na rua Bernardo Franco Baís, esquina com a Santa Dorotheia, na Vila Carvalho.

No domingo, 26 de agosto, dia do aniversário da cidade, a programação será aberta às seis horas da manhã com uma alvorada festiva e termina com o show de Michel Teló, programado para as 19 horas, no Parque das Nações indígenas.

Do investimento total previsto, R$ 104 milhões são reservados para infraestrutura urbana. A ordem de serviço das obras inclui o controle de enchentes nos córregos Cabaças e Areias e no Rio Anhanduí. São R$ 70 milhões, recursos do PAC-2 (Programa de Aceleração do Crescimento) para intervenções como no trecho entre a rua Santa Adélia (no Bairro Cooaphama) e avenida Campestre (no Conjunto Aero Rancho), onde será feita a contenção de encostas, urbanização das margens e implantação de sistema de drenagem; 6,9 km no Cabaças/Areias e 8,9 km no Cabaças, além de 12,7 km de pavimentação, 22,2 km de recapeamento, abertura de ciclovia e pista de caminhada.

Jornal Midiamax