Geral

Náutico vence o Atlético-MG, que não consegue retomar a liderança

O Náutico venceu o Atlético-MG, por 1 a 0, na tarde deste domingo, no Estádio dos Aflitos, no Recife. Em uma tarde ruim, o time de Belo Horizonte sofreu a seu quarta derrota na temporada e perdeu a chance de retomar a liderança, que segue ocupada pelo Fluminense. O Galo é vice-líder do torneio, com […]

Arquivo Publicado em 16/09/2012, às 20h10

None

O Náutico venceu o Atlético-MG, por 1 a 0, na tarde deste domingo, no Estádio dos Aflitos, no Recife. Em uma tarde ruim, o time de Belo Horizonte sofreu a seu quarta derrota na temporada e perdeu a chance de retomar a liderança, que segue ocupada pelo Fluminense. O Galo é vice-líder do torneio, com 51 pontos, dois a menos que o primeiro lugar. O Timbu, por outro lado, atingiu a 12ª colocação, com 31 pontos conquistados.

O time mandante começou melhor. Com maior domínio do jogo, o Timbu trocou bons passes e envolveu o visitante. As principais jogadas da primeira etapa saíram dos pés do meia-atacante Rhayner. O jogador da equipe pernambucana usufruiu de sua velocidade para incomodar o goleiro Victor.

No tempo inicial, o camisa 11 foi responsável por três lances de muito perigo.

As jogadas alvirrubras comprovam a superioridade do time. No primeiro minuto, Rhayner recebeu ótimo cruzamento de Rogério e finalizou por cima do gol de Victor. Aos 26 minutos, o mesmo atleta criou nova oportunidade.

Desta vez, no entanto, foi o lateral-direito Alessandro quem finalizou para fora.

O Alvinegro, por sua vez, teve dificuldades para reter a bola e trocar passes, ponto forte do time de Cuca neste Campeonato Brasileiro. Ronaldinho e Bernard – que constituíam dúvidas do treinador – não mostraram o bom futebol de costume e, por isso, o Galo não conseguiu criar boas chances de abrir o placar.

Na volta da intervalo, as duas equipes não efetuaram modificações. E o domínio do Timbu permaneceu. Bastou apenas três minutos para o time mandante inaugurar o marcador. Rafael Marques falhou na marcação e obrigou Júnior César a cometer falta. Na cobrança, o volante Souza finalizou rasteiro, por baixo da barreira, e estufou a rede do goleiro Victor.

Após o gol, o Náutico recuou, buscando os contragolpes, enquanto o Atlético-MG adiantou o seu posicionamento para tentar igualar o confronto. A equipe mineira, entretanto, seguiu com dificuldades na criação de jogadas. Abaixo da crítica, Ronaldinho e Bernard criaram apenas uma oportunidade.

Saindo nos lances de velocidade, o Náutico ainda conseguiu uma penalidade com o atacante Araújo. O camisa 10 do time de Pernambuco foi o responsável pela bola parada. Porém, ele parou nas mãos do goleiro Victor, que ainda teve que sair para fazer nova intervenção.

A defesa do arqueiro atleticano deu moral ao Alvinegro. Ronaldinho passou a chamar o jogo. Porém, o craque errou bastante no momento do último passe. Os outros homens do setor de criação – Bernard e Escudero – pouco fizeram também. A única chance de risco do Galo ocorreu aos 38 minutos da etapa complementar, em uma cobrança de falta de R49.

O goleiro atleticano teve que fazer uma nova intervenção. Rogério recebeu lançamento de Dadá e finalizou forte, aos 41 minutos. O camisa 83 fez caiu no canto certo e afastou a chance do Timbu ampliar a sua vantagem.

O volante Josa ainda foi expulso. Aos 48 minutos, o meio-campista agrediu o lateral-direito Marcos Roicha e foi punido com um cartão vermelho.

Jornal Midiamax