Geral

‘Não estou preparadíssimo, mas não serei um esquisito na Câmara’, diz Marquito

Marco Antonio Ricciardelli, o Marquito, chegou com uma hora de atraso para a sua primeira reunião na Câmara Municipal de São Paulo. O humorista e assistente de palco do apresentador Ratinho ganhou uma vaga de vereador após seu colega de partido Celso Jatene ser nomeado secretário dos Esportes, Recreação e Lazer pelo prefeito eleito, Fernando […]

Arquivo Publicado em 06/12/2012, às 19h54

None
1678545660.jpg

Marco Antonio Ricciardelli, o Marquito, chegou com uma hora de atraso para a sua primeira reunião na Câmara Municipal de São Paulo. O humorista e assistente de palco do apresentador Ratinho ganhou uma vaga de vereador após seu colega de partido Celso Jatene ser nomeado secretário dos Esportes, Recreação e Lazer pelo prefeito eleito, Fernando Haddad (PT).



“Estava sozinho, no estacionamento de um shopping aqui em São Paulo, quando fui avisado pela imprensa que tinha ganhado uma vaga de vereador. Ajoelhei perto do meu carro e chorei, agradecendo a Deus. Eu choro à toa, sou um bobão mesmo”, disse Marquito.



Nesta quinta-feira (5), o humorista foi recebido pelo vereador Paulo Frange, líder da bancada do PTB na Câmara. Durante a reunião de pouco mais de meia hora, ouviu quais são as principais regras e burocracias da Casa e garantiu que sabe como o Legislativo funciona.



“Não estou preparadíssimo. Digamos que sei de 80% das coisas”, disse Marquito na saída do encontro. Vestindo um terno preto e camisa vermelha, cabelos presos em um rabo de cavalo baixo, o novo vereador garantiu que continuará na televisão e que não quer nenhuma comparação com o palhaço Tiririca (PR-SP), eleito deputado federal em 2010 com mais de 1 milhão de votos.



Marquito arrisca dizer que, se fosse candidato a deputado, “com todos os recursos e estratégias que Tiririca teve”, seria eleito.



“Tinha certeza que seria eleito deputado, pode ser federal ou estadual… eu e Tiririca, pode ter certeza, a gente ia se bater”.


Jornal Midiamax