Geral

Na volta de Ceni, L. Fabiano brilha e São Paulo goleia Flamengo

No retorno do capitão Rogério Ceni ao time, o São Paulo derrotou, neste domingo, o Flamengo por 4 a 1 no Estádio do Morumbi. Cobrado pela torcida após as eliminações no Campeonato Paulista e na Copa do Brasil, Luis Fabiano marcou duas vezes. Com o resultado, os paulistas foram a 22 pontos e se aproximaram […]

Arquivo Publicado em 29/07/2012, às 20h04

None

No retorno do capitão Rogério Ceni ao time, o São Paulo derrotou, neste domingo, o Flamengo por 4 a 1 no Estádio do Morumbi. Cobrado pela torcida após as eliminações no Campeonato Paulista e na Copa do Brasil, Luis Fabiano marcou duas vezes.


Com o resultado, os paulistas foram a 22 pontos e se aproximaram do G-4, grupo dos clubes que se classificam à Copa Libertadores do ano que vem. Já o Flamengo, que não ganha e não marca gols há quatro rodadas, permaneceu com 16 e em uma posição mediana na classificação.


Na próxima rodada, o São Paulo tentará, no domingo, embalar atuando novamente em casa. O adversário será o Sport Recife. Um dia antes, os rubro-negros receberão o líder Atlético-MG. Antes, porém, o time pega o Bahia, na quarta-feira, pela Copa Sul-Americana.


O jogo


A desatenção mostrada no jogo da quarta-feira contra o Atlético-GO (quando perdeu por 4 a 3) não se repetiu neste domingo. Desde o apito inicial, o São Paulo colocou em prática uma postura ofensiva. Aos 16min, Luis Fabiano – que retornou à equipe depois de se recuperar de uma lesão na coxa esquerda – se antecipou aos zagueiros e cabeceou sozinho após cobrança de escanteio de Jadson. O goleiro Paulo Victor, que hesitou na hora de sair, se atirou e evitou o tento são-paulino.


Aos 25min, o time tricolor chegou de novo. Luis Fabiano recebeu, girou e bateu de pé direito, obrigando o arqueiro rubro-negro a se esticar todo para mandar para a linha de fundo. Depois das duas chances criadas, o ímpeto dos donos da casa diminuiu. O time de Ney Franco passou a encontrar muitas dificuldades em dar o último passe.


Mas, mesmo assim, os anfitriões balançaram as redes duas vezes antes do intervalo. Aos 41min, Rodrigo Caio roubou bola no meio de campo e soltou para Maicon. O meia ajeitou e, de fora da área, bateu rasteiro. A bola entrou bem no canto direito de Paulo Victor. E, aos 46min, depois de outra pane da defesa carioca após tiro de canto, Luis Fabiano completou de cabeça. Na comemoração, o camisa 9 tirou a camisa, esticou-a no gramado e beijou o escudo do clube.


Na etapa complementar, o treinador Dorival Júnior tentou dar um gás em seu time promovendo as entradas de Thomás e Bottinelli. Contudo, aos 14min, depois de saída errada do Flamengo, Cortez ergueu na medida para Luis Fabiano cabecear e anotar mais um: 3 a 0.


Com os tentos, Luis Fabiano, que foi ao vestiário ovacionado pela torcida, atingiu a marca de 145 gols com a camisa do São Paulo, superou Leônidas da Silva e se tornou o sétimo maior artilheiro da história do clube.


Na marca dos 21min, o clube rubro-negro descontou. Após passe de Léo Moura, o ex-corintiano Ramon bateu forte e diminuiu. A reação carioca, porém, parou aí. O São Paulo administrou bem a vantagem, não tomou grandes sustos e sacramentou a reabilitação no campeonato aos 47min, com Jadson, arrematando depois de assistência de Luis Fabiano. A to

Jornal Midiamax