Geral

“Na hora da onça beber água, o Marquinhos estará conosco”, diz Marun

O secretário estadual de Habitação e Cidades, Carlos Marun (PMDB), duvida que o deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB) estará em lado oposto do partido na corrida pela sucessão da prefeitura de Campo Grande. Por ver impedimento ético da candidatura do deputado federal Edson Giroto (PMDB), o parlamentar promete pedir votos para o presidente regional do […]

Arquivo Publicado em 08/03/2012, às 18h00

None

O secretário estadual de Habitação e Cidades, Carlos Marun (PMDB), duvida que o deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB) estará em lado oposto do partido na corrida pela sucessão da prefeitura de Campo Grande. Por ver impedimento ético da candidatura do deputado federal Edson Giroto (PMDB), o parlamentar promete pedir votos para o presidente regional do PSD, Antonio João Hugo Rodrigues, ou para o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), caso a primeira opção de voto desista do embate.


“Na hora da onça beber água, tenho certeza de que ele estará conosco”, apostou Marun. Para ele, a declaração de Marquinhos surgiu em momento de emoção. “Ele também tinha uma expectativa de disputar a eleição”, explicou o secretário. Por ser irmão do prefeito Nelsinho Trad (PMDB), a legislação eleitoral veda a candidatura do deputado estadual.


Marquinhos, inclusive, até cogita abandonar o PMDB por não se sentir bem na legenda. “Sinto que não sou querido no partido, percebo que a minha presença incomoda muita gente”, revelou. Marun, por sua vez, disse que o PMDB não cogita perde-lo. “O tempo é o senhor da razão, todos vão ver que o Marquinhos estará conosco nas eleições de 2012 e 2014”, disse.

Jornal Midiamax