Geral

Muitas pessoas votam apenas por obrigação

Enquanto muitas pessoas votam por obrigação, outros são praticamente “cabos eleitorais”. Na Escola Estadual Waldemir Barros da Silva, no bairro Moreninha II, as opiniões se divergem. “A obrigação do brasileiro é votar”, desabafou Luciana Cesar da Silva, de 57 anos. Solange Toledo, de 42, já estava impaciente com a fila, enquanto aguardava a sua vez. […]

Arquivo Publicado em 07/10/2012, às 14h43

None
1257180012.jpg

Enquanto muitas pessoas votam por obrigação, outros são praticamente “cabos eleitorais”. Na Escola Estadual Waldemir Barros da Silva, no bairro Moreninha II, as opiniões se divergem.


“A obrigação do brasileiro é votar”, desabafou Luciana Cesar da Silva, de 57 anos. Solange Toledo, de 42, já estava impaciente com a fila, enquanto aguardava a sua vez. Maria de Lurdes Soares Marcari,65, não via hora de votar e ir embora. Todas não quiseram revelar o nome dos seus candidatos.


Claudomiro Sales de 64 anos, mora em Barra do Garça, no estado do Mato Grosso e ele compareceu no colégio para justificar o seu voto. “Fui operado, próstata. Só vim aqui porque sou obrigado, tenho que justificar, sou de outra cidade”, contou.


Por outro lado, Josefa Vasconcelos Marinho, de 66 anos, estava feliz em votar. Ela aproveitou a presença do candidato a prefeito Sidney Melo, do PSOL, para dizer que o admira muito. “Vou votar para você meu amor. Você é maravilhoso”, disse ao abraçá-lo.

Jornal Midiamax