Geral

Movimento intenso no CCZ para tratamento de cães e gatos após feriado de Natal

Embora grande parte dos órgãos públicos estejam no período de recesso, por conta dos feriados de Natal e Ano Novo, o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), localizado na avenida Senador Filinto Müller, n°1.601, Vila Ipiranga, em Campo Grande, tem o funcionamento das 7h até às 23h. A exceção só é válida para o serviço […]

Arquivo Publicado em 26/12/2012, às 18h46

None
1456922154.jpg

Embora grande parte dos órgãos públicos estejam no período de recesso, por conta dos feriados de Natal e Ano Novo, o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), localizado na avenida Senador Filinto Müller, n°1.601, Vila Ipiranga, em Campo Grande, tem o funcionamento das 7h até às 23h.


A exceção só é válida para o serviço de castração que está com o limite de 12 animais ao dia, a partir das 15h, com o atendimento por ordem de chegada. Nesta quarta-feira (26), por exemplo, o movimento é grande de pessoas que estão levando animais para serem doados, outros para diagnóstico e resultado de exames.


”Como tenho dez gatos em casa e cuido muito bem desses animais, as pessoas vão deixando os bichinhos na porta da minha casa. Só que já estou no meu limite e agora trouxe cinco gatos para serem doados e a minha gata para ser castrada”, conta a cabeleireira Maria Sônia Franco, 48 anos.


Logo cedo, ela levantou e colocou os gatinhos das raças pérsia, siamês, além de vira-lata em uma caixa, se deslocando do bairro Nova Campo Grande ao CCZ. “Faço isso por amor mesmo, gosto muito dos animais”, garantiu Franco.


Em seguida uma cadela da raça Pitbull, vinda com ‘a sua dona e o seu avô’, logo após ter o seu problema agravado. “Foi feita uma coleta nela e o local onde foi dada a injeção aparenta estar inflamado. Então trouxe ela lá do Aero Rancho para se tratar”, comenta a enfermeira Laís Lilian, 25 anos.


No CCZ eles informam que serão aceitos animais para castração em número reduzido até o dia 3 de janeiro. Após o período, a media de animais é de 40 a 45 ao dia. Quem quiser mais informações pode entrar em contato pelo número: 3313-5000 / 3313 – 5001.

Animal desaparecido


E, aproveitando o gancho dos animais, uma leitora do Midiamax entrou em contato com a reportagem para falar sobre o desaparecimento do cachorrinho da sua filha de apenas seis anos. “O animal sumiu no dia 23 no bairro Guanandy I e ela está sentindo muito a falta dele”, diz a leitora.


Quem encontrar o animal, uma Pincher de dois anos, de cor preta e com o pescoço branco, que atende pelo nome de Billy, pode entrar em contato com Vivânia, por meio do telefone: 9276-9069 ou 3385-6217.

Jornal Midiamax