Geral

Motociclista embriagado é detido por direção perigosa em São Gabriel

Um motociclista de 22 anos foi detido pela Polícia Militar neste domingo (22) e recebeu voz de prisão por praticar direção perigosa nas ruas do município, por dirigir embriagado, sem habilitação e por desacatar e ameaçar os policiais militares. De acordo com o boletim policial, o motociclista V. B. P. foi visto por volta das […]

Arquivo Publicado em 23/07/2012, às 20h12

None

Um motociclista de 22 anos foi detido pela Polícia Militar neste domingo (22) e recebeu voz de prisão por praticar direção perigosa nas ruas do município, por dirigir embriagado, sem habilitação e por desacatar e ameaçar os policiais militares.


De acordo com o boletim policial, o motociclista V. B. P. foi visto por volta das 22h30 deste domingo pela Polícia Militar, cortando giro com sua motocicleta Honda CBX 250 na avenida Getúlio Vargas e ao perceber a viatura policial, o condutor empreendeu fuga em alta velocidade, colocando em risco a vida dos que transitavam nas vias e arriscando se envolver em acidente com outros veículos.


Em continuidade com a abordagem, os policiais tiveram de fazer o acompanhamento tático do motociclista, que foi interceptado logo em seguida, onde foi abordado e recebeu voz de prisão, momento em que começou a fazer ameaças aos policiais, dizendo “Vocês não podem fazer isso porque não são guardas de trânsito e tem mais, ninguém mexe na minha moto e vou ligar pro meu advogado”.


Ao ser solicitada a documentação obrigatória, o condutor apresentou somente a CRVL, dizendo que não possuía CNH. O motociclista que estava bastante alterado e em visível estado de embriaguez resistiu à prisão, sendo necessário o uso das algemas para detê-lo. Após ser preso, o autor criticou o trabalho da PM e ameaçou um dos policiais dizendo que o mesmo só era homem fardado, pois assim que o visse sem farda a conversa seria outra, e continuou proferindo palavras de baixo calão.


Já no pelotão da PM, para a realização dos procedimentos relativos ao trânsito, o autor foi submetido à realização do teste de alcoolemia, onde resultou no valor de 0,80 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões, constatando embriaguez de trânsito. Ainda após os procedimentos o autor continuou a ameaçar o policial na presença dos demais policiais, afirmando que isso não ficaria assim.


A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil para os providências previstas em lei, e a motocicleta foi encaminhada ao pátio da Ciretran local.


Jornal Midiamax