Geral

Mobilização nas escolas públicas alerta alunos sobre obesidade infanto-juvenil

De 5 a 9 de março, estudantes de 22 mil escolas públicas de todo o Brasil participam da 1ª Semana de Mobilização Saúde na Escola, que em 2012 traz um alerta sobre a obesidade em crianças e adolescentes. De acordo com o Ministério da Saúde, mais de cinco milhões de alunos, de 5 a 19 anos, […]

Arquivo Publicado em 05/03/2012, às 18h24

None

De 5 a 9 de março, estudantes de 22 mil escolas públicas de todo o Brasil participam da 1ª Semana de Mobilização Saúde na Escola, que em 2012 traz um alerta sobre a obesidade em crianças e adolescentes.


De acordo com o Ministério da Saúde, mais de cinco milhões de alunos, de 5 a 19 anos, receberão avaliação nutricional e serão orientados por profissionais de Saúde e Educação.


Segundo a Pesquisa de Orçamento Familiar (POF), realizada entre 2008/2009 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), uma em cada três crianças com idade entre 5 e 9 anos estão com peso acima do recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Ministério da Saúde. Entre os jovens de 10 a 19 anos, um em cada cinco apresenta excesso de peso.


Em Campo Grande, 10 escolas públicas participam do programa, sendo Hércules Maymone, Professora Ione Catarina, Antônio Delfino Pereira, Sebastião Santana de Oliveira, Leire Pimentel, Valdete Rosa, Tomaz Ghirardelli, Elisio Ramirez, Carlos Vilhalva Cristaldo e Nelsonde Souza Pinheiro.


Também estão previstas atividades e palestras envolvendo alunos, professores e funcionários, além de visitas das famílias dos estudantes a Unidades Básicas de Saúde localizadas próximo às escolas.


Programa


A Semana de Mobilização Saúde na Escola acontecerá todos os anos e foi instituída por portaria publicada no Diário Oficial da União. A adesão é voluntária e é uma das ações prevista no Programa Saúde na Escola, desenvolvido pelos Ministérios da Saúde e Educação desde 2007 e que foi integrado ao Programa Brasil sem Miséria.


Investimento


O Ministério da Saúde autorizou, em dezembro de 2011, o repasse de R$ 118,9 milhões referente aos 2.495 municípios que aderiram ao Programa Saúde na Escola e se comprometeram a implementar metas e ações de promoção, prevenção, educação e avaliação das condições de saúde das crianças e adolescentes nas escolas.


Os municípios já receberam 70% do valor acertado para implementar as ações. Os 30% restantes serão pagos após prestação de contas das ações em desenvolvimento. Já os municípios que aderiram à Semana de Mobilização Saúde na Escola vão receber um incentivo extra de R$ 558,00 por equipe de saúde da família envolvidas na ação.

Jornal Midiamax