Geral

Milhares protestam contra cobertura eleitoral de TV no México

Milhares de pessoas bloquearam na quinta-feira à noite o estúdios da mais popular TV do México, a Televisa, acusando-a de cobertura tendenciosa na eleição presidencial de 1o de julho. Os manifestantes, entre os quais estudantes e trabalhadores ligados a sindicatos, gritavam “digam a verdade” e impediam funcionários de entrar nos estúdios da emissora, na Cidade […]

Arquivo Publicado em 27/07/2012, às 15h45

None

Milhares de pessoas bloquearam na quinta-feira à noite o estúdios da mais popular TV do México, a Televisa, acusando-a de cobertura tendenciosa na eleição presidencial de 1o de julho.


Os manifestantes, entre os quais estudantes e trabalhadores ligados a sindicatos, gritavam “digam a verdade” e impediam funcionários de entrar nos estúdios da emissora, na Cidade do México, mas deixavam as pessoas saírem do prédio.


Eles acusam a Televisa de apoiar Enrique Peña Nieto, que venceu a eleição com cerca de 7 pontos porcentuais de vantagem sobre o candidato de esquerda Andrés Manuel López Obrador.


Os manifestantes disseram que permaneceriam no local por 24 horas.


A Televisa continuou com a programação normal. Seus dirigentes dizem ter coberto a eleição de modo imparcial, tendo dado espaço a todos os candidatos nos principais noticiários.


López Obrador vem dizendo que Peña Nieto pagou à Televisa para obter cobertura favorável e que também comprou votos. Ele entrou com recurso contra o resultado no tribunal eleitoral, pedindo a anulação da eleição.

Jornal Midiamax