Geral

Microsoft inaugura centro de tecnologia no Brasil

A Microsoft inaugurou, na última terça-feira, um centro de tecnologia no Brasil, o primeiro no país e segundo e maior da América Latina (o primeiro é do México, e foi inaugurado no ano passado). Com 1300 metros quadrados de espaço, ele fica Torre nas Nações Unidas, que fica na avenida de mesmo nome (Nações Unidas), […]

Arquivo Publicado em 20/01/2012, às 12h17

None

A Microsoft inaugurou, na última terça-feira, um centro de tecnologia no Brasil, o primeiro no país e segundo e maior da América Latina (o primeiro é do México, e foi inaugurado no ano passado). Com 1300 metros quadrados de espaço, ele fica Torre nas Nações Unidas, que fica na avenida de mesmo nome (Nações Unidas), onde estão localizadas várias outras empresas de grande porte; o centro tem 700 terabytes de armazenamento de dados e um datacenter com 360 potentes processadores.


E para ser o maior da América Latina é necessário investimento, que foi de cerca de U$ 10 milhões, e também contará com a presença de quinze outras empresas parceiras, são elas: AMD, Brocade, Dell, EMC, Emerson, Emulex, HP, Intel, Jabra, NetApp, Nokia, Panduit, Polycom, Schneider e SMART.


O espaço contará com centros interativos, ambientes de desenvolvimento, salas multitarefas e laboratórios industriais. O foco da MS com o local é a exibição das novas tecnologias da empresa, mostrando como elas podem ser úteis. O centro poderá ser usado tanto por parceiros como por clientes corporativos e estudantes; ele terá oito funcionários com alto conhecimento nas tecnologias da empresa.


Em sua inauguração, por exemplo, foi exibido o ProDeaf programa que possibilita a comunicação entre surdos e não-surdos convertendo voz para gesto e vice-versa; ele foi desenvolvido por jovens pernambucanos para a Imagine Cup, competição de computação da empresa que também foi lembrada na inauguração do local.


E se você já gostou desse centro, saiba que mais deles virão por aqui (mas provavelmente não com as mesmas dimensões). Já foi assinado um contrato com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação garantindo mais cinco locais como esse, sendo que um será no Rio de Janeiro, no Porto das Maravilhas, empreendimento de Eike Batista, um em Recife, um em Salvador e mais dois em cidades indefinidas.

Jornal Midiamax