Geral

Menino de oito anos se afoga em piscina do Sesc durante atividade recreativa

Mesmo com o tempo fechado, crianças se divertiam em uma das piscinas do Sesc (Serviço Social do Comércio) Horto, na região central de Campo Grande, quando o menino Adrian Nazaki, de oito anos, se afogou. O acidente ocorreu por volta das 9h20, sendo que ele foi reanimado primeiramente pelos funcionários da unidade. Logo em seguida […]

Arquivo Publicado em 11/10/2012, às 13h35

None
1739431509.jpg

Mesmo com o tempo fechado, crianças se divertiam em uma das piscinas do Sesc (Serviço Social do Comércio) Horto, na região central de Campo Grande, quando o menino Adrian Nazaki, de oito anos, se afogou. O acidente ocorreu por volta das 9h20, sendo que ele foi reanimado primeiramente pelos funcionários da unidade.


Logo em seguida o Corpo de Bombeiros foi acionado e socorreu o menino. “Ele estava consciente, falou o nome, mas virou o rosto para vomitar e chegou a cuspir sangue. Foi por isso que consideramos o estado dele mais grave e com isso foi encaminhado para a Santa Casa”, afirma um dos bombeiros, que atendeu a ocorrência.


No trajeto foi ministrado oxigênio na vítima, que também teve o seu corpo aquecido. Já no hospital, segundo os bombeiros, Adrian foi atendido de imediato e permanece bem. Os bombeiros militares então voltaram à atenção ao local e retiraram todas as crianças que estavam na piscina.


Eles disseram que o local foi interditado temporariamente, até a visita da diretoria técnica dos bombeiros, para questionar a falta de um guarda-vidas naquele momento.


“Eu trabalho como salva vidas desde 2003 e fui orientado a trabalhar no feriado em um espaço de recreação do Sesc, no Shopping Campo Grande, mas sei que seria necessária a minha presença. Qualquer poça d’água que a criança cair é motivo para se machucar e se afogar”, disse o funcionário F., 30 anos.


A aluna do 5° ano do Sesc, Gabriele Ayalla, 10 anos, diz que hoje é um dia recreativo e em comemoração ao Dia das Crianças. “Chegamos às 8h e estava programado para ficarmos o dia todo”, disse a menina. Eles agora participarão das atividades realizadas em oficinas de artes, jogos e outras preparadas com antecedência pelos profissionais.


A equipe de reportagem tentou entrar em contato com a administração da unidade, mas foi orientada a aguardar um contato do gerente e até o fechamento não obteve êxito.

Jornal Midiamax