Geral

Marcos Assunção dá sete dias para o Palmeiras oficializar proposta de renovação

O Palmeiras tem sete dias para oficializar a proposta para a renovação do contrato com Marcos Assunção. O volante está de férias e tem deixado todas as negociações nas mãos de seu empresário, mas já avisou que, caso seu acordo acabe, passará a ouvir as propostas de outras equipes. Pelo menos até agora, Ely Coimbra […]

Arquivo Publicado em 24/12/2012, às 17h30

None

O Palmeiras tem sete dias para oficializar a proposta para a renovação do contrato com Marcos Assunção. O volante está de férias e tem deixado todas as negociações nas mãos de seu empresário, mas já avisou que, caso seu acordo acabe, passará a ouvir as propostas de outras equipes.

Pelo menos até agora, Ely Coimbra Filho, agente do atleta, não quis sequer ouvir alguma outra proposta. “Por incrível que pareça, o Marcos quer assim. Quer esgotar todas as possibilidades até o dia 31”, disse ele.

Ely não fala em números e apenas admite que Assunção quer um reajuste em seu salário para aquele que pode ser seu último ano de carreira, especialmente após a temporada em que ele foi o segundo jogador com mais participação em gols do Palmeiras.

Enquanto isso, a diretoria do Palmeiras considera o pedido salarial de Assunção caro e chega a dizer que o atleta quer ganhar R$ 400 mil. Apesar disso, o time ainda não tentou fazer uma contraproposta ao jogador e é isso que irrita seu estafe, que vê essa atitude como de “pouco caso” por parte da cúpula alviverde.

Dos 108 gols marcados pelo Palmeiras em 2012, 30 passaram pelos pés do volante, com assistências, gols ou participações indiretas nas armações das jogadas.

Jornal Midiamax