Geral

Maioria dos caminhoneiros dirige mais de 13 horas sem intervalo para descanso

Mais de 70% dos caminhoneiros brasileiros dirigem acima de 13 horas seguidas sem intervalo para descanso. Segundo pesquisa do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), 41% dos motoristas dirigem entre 13 e 16 horas sem parar. Outros 30% dirigem mais de 16 horas sem intervalo. A pesquisa também apontou que uma parte dos condutores chega a […]

Arquivo Publicado em 17/04/2012, às 16h14

None

Mais de 70% dos caminhoneiros brasileiros dirigem acima de 13 horas seguidas sem intervalo para descanso. Segundo pesquisa do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), 41% dos motoristas dirigem entre 13 e 16 horas sem parar. Outros 30% dirigem mais de 16 horas sem intervalo. A pesquisa também apontou que uma parte dos condutores chega a viajar mais de 24 horas com apenas 15 minutos de intervalo.


Os números que foram coletados durante verificação nos tacógrafos dos motoristas de caminhão revelam que esses trabalhadores, na maioria dos casos, dirigem horas a fio sem descanso. O que prejudica os reflexos e as condições de direção, aumentando os riscos de acidente.


“O problema é que a polícia não pode autuar nesses casos. Só podemos autuar se o tacógrafo estiver quebrado ou desligado. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) não tem autonomia quanto ao tempo que o motorista está trabalhando, isso cabe ao Ministério do Trabalho”, explica o assessor nacional de comunicação da PRF, Fabiano Moreno.


Juntando forças, a diretora geral do Departamento da PRF, Maria Alice Nascimento Souza, explica que fiscalizações são realizadas em conjunto com técnicos do MTE (Ministério do Trabalho em Emprego). “Dirigir sem parar, sem intervalo, não é um problema só da polícia, é um problema trabalhista”, explica.


Souza disse que tramita no Congresso Nacional um projeto de lei que daria autonomia a PRF para autuar os motoristas que dirigissem sem hora de descanso.

Jornal Midiamax