Geral

Lixão pega fogo em Sidrolândia e prefeitura pode responder por crime ambiental

O lixão de responsabilidade da Prefeitura municipal de Sidrolândia pegou fogo, e embora a causa do incêndio ainda não tenha sido constatada, há suspeitas de crime de origem dolosa, onde há intenção de praticar a ação. O lixão fica localizado nas proximidades da BR-060 saída para Nioaque, cerca de seis quilômetros de Sidrolândia. A queimada […]

Arquivo Publicado em 18/09/2012, às 17h48

None
1649213843.JPG

O lixão de responsabilidade da Prefeitura municipal de Sidrolândia pegou fogo, e embora a causa do incêndio ainda não tenha sido constatada, há suspeitas de crime de origem dolosa, onde há intenção de praticar a ação.

O lixão fica localizado nas proximidades da BR-060 saída para Nioaque, cerca de seis quilômetros de Sidrolândia. A queimada no lixão foi intensa, levantando forte fumaça tóxica, prejudicial à saúde da população sidrolandense.

Os produtores rurais da região afirmaram a nossa reportagem que a prática de colocar fogo no lixão já se tornou comum e tem causado transtornos irreparáveis aos moradores das proximidades que trabalham com lavoura e tem suas atividades prejudicadas pelo fogo no lixão, que espalha diversos resíduos nas propriedades, impedindo a qualidade do plantio e o trabalho dos funcionários, que são obrigados a parar as atividades por causa da forte fumaça.

A Legislação determina que um lixão seja construído no mínimo 20 quilômetros longe da área urbana. Mas infelizmente não foi o que aconteceu em Sidrolândia. O fato é que o lixão continua instalado a céu aberto, às proximidades da sede do Município.

Os produtores rurais vizinhos do lixão protocalaram denúncia ao Ministério Público que deve agir com rapidez, ouvir as partes: Prefeitura e Ibama, bem como punir os responsáveis por este crime ambiental que atenta contra saúde pública dos moradores.

Jornal Midiamax