Geral

Lei intitula Dourados como capital regional do setor sucroalcooleiro

A cidade de Dourados é oficialmente a Capital Regional do Setor Sucroenergético. A lei nº 4.305, aprovada pela Assembleia Legislativa, foi sancionada pelo governador André Puccinelli e publicada nesta quarta-feira (26) no Diário Oficial do Estado. A lei nº 4.305 dá ao município de Dourados o cognome de Capital Regional do Setor Sucroalcooleiro, já que […]

Arquivo Publicado em 27/12/2012, às 11h13

None

A cidade de Dourados é oficialmente a Capital Regional do Setor Sucroenergético. A lei nº 4.305, aprovada pela Assembleia Legislativa, foi sancionada pelo governador André Puccinelli e publicada nesta quarta-feira (26) no Diário Oficial do Estado.


A lei nº 4.305 dá ao município de Dourados o cognome de Capital Regional do Setor Sucroalcooleiro, já que a cidade é sede do maior evento do setor sucroenergético do Estado, Canasul, que desde 2011 passou a ser realizado em Dourados.


A proposta de transformar a cidade na capital do setor sucroenergético foi lançada em outubro deste ano pelo prefeito Murilo, na abertura da sexta edição do Canasul (Congresso da Cana de Mato Grosso do Sul) e da Agrometal (Feira do Agronegócio e do Setor Metalmecânico).


Durante o ato, realizado no Parque de Exposições João Humberto Andrade de Carvalho, a proposta foi encampada pelos deputados estaduais Laerte Tetila e Zé Teixeira, que assumiram o compromisso de apresentar projeto em conjunto na AL incluindo no Calendário Oficial de Eventos do Estado o Canasul e a Agrometal.


O Canasul e a Agrometal, organizados pela Prefeitura de Dourados em parceria com o governo de Mato Grosso do Sul e várias instituições e entidades do setor produtivo, foram inseridas no Calendário Oficial de Eventos do Estado por meio da lei Estadual 4.279.


Organizados em simultaneamente, Canasul e Agrometal atraem participantes de vários Estados, países e companhias multinacionais do setor e são considerados de extrema importância para alavancar a economia da região e têm transformado a cidade em um centro de produção de álcool, açúcar e energia.


Através da criação do Polo Sucroenergético, ainda em 2011, Dourados assumiu a condição de centro regional de atendimento às indústrias do setor existentes na região. A prefeitura incentiva as empresas a se qualificarem para prestar serviço às usinas e ao mesmo tempo proporciona mão de obra especializada para a manutenção da cadeia produtiva da cana-de-açúcar.


Para o prefeito Murilo, a oficialização de Dourados como capital sucroenergética e inserção do Canasul e a Agrometal no calendário oficial do Estado representam um importante reconhecimento ao esforço que a cidade tem feito para assumir essa condição.


Murilo cita as missões organizadas pela prefeitura a cidades paulistas consideradas centros nacionais do setor sucroenergético para divulgar as potencialidades de Dourados.


O prefeito lembra que o Canasul e Agrometal já se transformaram em referência para o agronegócio e começa a atrair interessados de outros Estados e até de outros países. No evento deste ano, uma missão paraguaia esteve em Dourados para conhecer o Canasul & Agrometal.

Jornal Midiamax