Geral

Lei denomina “Alfredo Zamlutti” ponte sobre o rio Miranda

A Lei nº 4.180/12, publicada nesta semana, denomina “Alfredo Zamlutti” ponte de concreto sobre o rio Miranda, localizada na rodovia MS-184, na região do Passo do Lontra. A lei foi proposta pelo deputado estadual Marcio Fernandes (PTdoB), vice-líder do governo. Alfredo Zamlutti nasceu em 4 de dezembro de 1901 em Corumbá. Filho primogênito do casal […]

Arquivo Publicado em 19/04/2012, às 12h53

None

A Lei nº 4.180/12, publicada nesta semana, denomina “Alfredo Zamlutti” ponte de concreto sobre o rio Miranda, localizada na rodovia MS-184, na região do Passo do Lontra. A lei foi proposta pelo deputado estadual Marcio Fernandes (PTdoB), vice-líder do governo.


Alfredo Zamlutti nasceu em 4 de dezembro de 1901 em Corumbá. Filho primogênito do casal Assad José Zamlutti e Maria Serougi Zamlutti, Alfredo foi estudar no Líbano e retornou ao Brasil após a Segunda Guerra Mundial.


O homenageado casou-se com Hilda Tonghetti Zamlutti, com quem teve dois filhos: Rene e Alfredo Júnior.


Tendo trabalhado a maior parte da sua vida como pecuarista e banqueiro, Alfredo foi o fundador do grupo Financial, cujo banco existiu por 46 anos. As empresas do grupo financeiro chegaram a contar 5 mil funcionários, conforme seus familiares.


Em 18 de setembro de 1989, Alfredo faleceu em Águas de Lindoia, quando passava o fim de semana em sua residência de campo.


“A denominação desta ponte homenageia um dos pioneiros do Estado, um homem que soube lutar por seus ideais e que muito fez não só pelo Mato Grosso do Sul, mas pelo País”, disse Marcio Fernandes.

Jornal Midiamax