Geral

Jornalista sequestrado é achado morto no México

Pistoleiros sequestraram e mataram um jornalista policial no Estado mexicano de Veracruz, disseram autoridades na quinta-feira, em mais um ataque contra a imprensa em meio à implacável guerra do narcotráfico no país. Victor Baez, correspondente do jornal Milenio, foi capturado ao deixar seu escritório na localidade de Xalapa, na noite de quarta-feira, e a polícia […]

Arquivo Publicado em 14/06/2012, às 20h51

None

Pistoleiros sequestraram e mataram um jornalista policial no Estado mexicano de Veracruz, disseram autoridades na quinta-feira, em mais um ataque contra a imprensa em meio à implacável guerra do narcotráfico no país.


Victor Baez, correspondente do jornal Milenio, foi capturado ao deixar seu escritório na localidade de Xalapa, na noite de quarta-feira, e a polícia encontrou seu corpo na manhã seguinte no centro da cidade, disse Gina Dominguez, porta-voz do governo estadual.


Dominguez disse que o crime foi cometido por três homens armados, mas ela não deu detalhes sobre como Baez foi morto.


?”Os assassinos de Victor Baez cometeram um crime que fere a sua família e todos os jornalistas. Seu objetivo é intimidar a sociedade”, disse Dominguez numa lacrimosa entrevista coletiva, da qual participaram vários jornalistas que trabalharam durante anos com a vítima.


Nos últimos meses, vários repórteres deixaram Veracruz por medo de serem mortos, mas Baez insistiu em manter a cobertura. ?”Ele me disse: ”Amiga, não podemos e não devemos viver no medo e na escuridão. Não vamos deixar que nos imponham o terror””, disse a porta-voz.


Baez é pelo menos o sexto jornalista a ser morto no México em dois meses. No norte do país, uma repórter de 28 anos e seu filho, de 2, estão desaparecidos há quase uma semana.


Jornal Midiamax