Geral

Jornalista lança obra sobre países andinos no Centro Cultural

O livro “Bagagem Contada”, da jornalista e escritora Laís Camargo será lançado na terça-feira (18), às 19h30, na Galeria Wega Nery, no Centro Cultural José Octavio Guizzo. Primeira publicação da campo-grandense, a obra reúne crônicas, fotografias e entrevistas coletadas durante um mês de viagem pela Bolívia e Peru. A obra tem apoio do FIC/MS(Fundo de […]

Arquivo Publicado em 17/12/2012, às 14h16

None

O livro “Bagagem Contada”, da jornalista e escritora Laís Camargo será lançado na terça-feira (18), às 19h30, na Galeria Wega Nery, no Centro Cultural José Octavio Guizzo. Primeira publicação da campo-grandense, a obra reúne crônicas, fotografias e entrevistas coletadas durante um mês de viagem pela Bolívia e Peru. A obra tem apoio do FIC/MS(Fundo de Investimentos Culturais de Mato Grosso do Sul).


Apaixonada pela América Latina, Laís sempre desejou conhecer a cultura e a realidade dos povos andinos. A oportunidade perfeita surgiu no ano de ___ e por meio do mochilão, independente, sem o auxílio de agências de viagens ou hotéis fixos. Tudo era descoberta e acima de tudo desafio. O livro acabou sendo uma consequencia natural na vida da jornalista, que acostumada a documentar sentiu o desejo de transformar as experiências em textos. “Quando a realidade cansa, vem a literatura”, afirma.


A abertura da cerimônia de lançamento será realizada com um cortejo do Teatro Imaginário Maracangalha e do músico Celso Petit. Canções que relembram as terras andinas serão o repertório da noite. Originalmente, o livro foi escrito como Trabalho de Conclusão de Curso de Jornalismo pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco). O prefácio é do professor e mestre Jacir Zanatta. “As crônicas produzidas pela Laís são capazes de prender o leitor do início ao fim. Leveza na escrita e a profundidade na abordagem fazem do livro um convite ao leitor que já criou raízes a se arriscar, a ser audacioso e a botar o pé na estrada. “Bagagem Contada” é um convite à reflexão sobre nossa própria existência, onde as belezas naturais se misturam com a dureza da vida. Laís consegue, de forma mágica, dar vida às sensações”, acredita o professor.


Crônicas seguem linha temporal


As crônicas seguem a linha temporal de passagem pelas cidades de Corumbá, Puerto Quijarro, Santa Cruz de La Sierra, Cochabamba, Oruro, La Paz, Lago Titicaca,Puno, Copacabana,Cusco, Águas Calientes, Machu Picchu, Salar de Uyuni ,Potosi e Sucre. Dentre personagens incríveis como Ruth Lima e momentos de revolta e tristeza como a situação de ajudar uma criança doente e dormir em sacos de farelo em um galpão, o livro desperta sensações de irmandade, igualando os viajantes, os moradores locais e os que ainda vão despertar o desejo por viajar quase sem rumo, mas com objetivos bem definidos.


SERVIÇO – O Centro Cultural José Octavio Guizzo fica na rua 26 de agosto. O livro foi publicado pela Editora Life e tem o valor simbólico de R$ 10. A entrada no lançamento é gratuita. 453. Informações pelo telefone 3317-1792.

Jornal Midiamax