Geral

Inscrições para a Olimpíada Brasileira de Biologia vão até dia 31

O prazo de inscrições para a 8ª edição da Olimpíada Brasileira de Biologia (OBB) vai até o dia 31 de março de 2012. A competição é organizada pela Associação Nacional de Biossegurança (ANBio) e podem participar estudantes de ensino médio e pré-universitários. Os melhores classificados podem representar o Brasil na fase internacional, em Cingapura e […]

Arquivo Publicado em 09/03/2012, às 12h00

None

O prazo de inscrições para a 8ª edição da Olimpíada Brasileira de Biologia (OBB) vai até o dia 31 de março de 2012. A competição é organizada pela Associação Nacional de Biossegurança (ANBio) e podem participar estudantes de ensino médio e pré-universitários. Os melhores classificados podem representar o Brasil na fase internacional, em Cingapura e Portugal.

A OBB acontece em duas etapas. As primeiras provas serão realizadas em abril de 2012. A segunda fase será em setembro, quando também será divulgado o resultado final.

”Criaremos esse ano, ainda, um tutorial online na página da Olimpíada, que esclarecerá e oferecerá treinamento aos alunos, principalmente de escolas públicas, para diminuir a defasagem e permitir maior participação desses estudantes nas fases finais “, esclarece o coordenador nacional da OBB, professor Rubens Oda.

Em 2011, mais de 500 escolas e 40 mil alunos participaram das duas fases da Olimpíada. Os oito primeiro colocados receberam treinamentos na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e no Instituto de Tecnologia ORT, no Rio de Janeiro.

“A OBB é sempre uma grande oportunidade para divulgar e testar os conhecimentos em biologia de alunos brasileiros, inclusive, para representar o País nas etapas internacionais”, enfatiza a presidenta da ANBio, Dra. Leila Macedo.

OBB busca apoio

A ANBio também busca apoio de empresas interessadas em contribuir com a OBB. A olimpíada conta com o apoio do Ministério da Educação (MEC), do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCT&I), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ), de Universidades e membros da ANBio.


Sobre a ANBio

xA Associação Nacional de Biossegurança (ANBio) foi criada em 1999 com o objetivo de difundir informações a respeito dos avanços da biotecnologia moderna e seus mecanismos de controle. No seu escopo de trabalho, estão a promoção do conhecimento relativo à biossegurança e de suas práticas, como disciplina científica, além da capacitação e orientação de profissionais que implementam a biossegurança em instituições de pesquisa e ensino da área biomédica. 

Mais informações podem ser obtidas no site www.anbio.org.br.

Jornal Midiamax