Geral

Indústria gráfica de Mato Grosso do Sul prevê crescimento de 2% em 2012

Com um faturamento estimado em R$ 82,7 milhões em 2011, o segmento gráfico teve um consumo de 4.869 toneladas de papel gráfico no ano que se encerrou, com expectativa de crescimento em torno de 2% para o ano de 2012. Segundo o diretor-tesoureiro do Sindigraf (Sindicato das Indústrias Gráficas de Mato Grosso do Sul), Altair […]

Arquivo Publicado em 18/01/2012, às 23h36

None

Com um faturamento estimado em R$ 82,7 milhões em 2011, o segmento gráfico teve um consumo de 4.869 toneladas de papel gráfico no ano que se encerrou, com expectativa de crescimento em torno de 2% para o ano de 2012. Segundo o diretor-tesoureiro do Sindigraf (Sindicato das Indústrias Gráficas de Mato Grosso do Sul), Altair da Graça Cruz, a demanda de serviços gráficos, principalmente de material promocional deve aumentar devido ao ano eleitoral.

Atualmente, o Estado conta com 323 empresas gráficas, que empregam cerca de 4 mil trabalhadores diretos e indiretos. “O setor acreditava que iria estagnar em 2011, devido ao advento das notas fiscais eletrônicas, mas, com o crescimento industrial houve uma melhora”, informou Cruz.

Para o diretor-tesoureiro do sindicato, a mão de obra temporária será essencial neste período eleitoral, aumentando em torno de 20% o número de funcionários do quadro fixo do setor. “Este ano teremos divulgação acelerada de marcas, produtos e pessoas. A tendência é que essa cultura cresça constantemente”, disse.

Jornal Midiamax