Geral

Indecisão sobre Expogrande desanima criadores de MS e feira pode não acontecer

Por conta da demora na decisão se haverá ou não a Expogrande 2012, sete núcleos de criadores de Mato Grosso do Sul, que participariam da feira agropecuária, procuraram a presidência da Acrissul nesta quinta-feira (1) para manifestar o desânimo em continuarem parceiros do evento. Segundo Francisco Maia, presidente da Acrissul, o motivo do desinteresse dos […]

Arquivo Publicado em 02/03/2012, às 13h17

None

Por conta da demora na decisão se haverá ou não a Expogrande 2012, sete núcleos de criadores de Mato Grosso do Sul, que participariam da feira agropecuária, procuraram a presidência da Acrissul nesta quinta-feira (1) para manifestar o desânimo em continuarem parceiros do evento.


Segundo Francisco Maia, presidente da Acrissul, o motivo do desinteresse dos criadores é a falta de tempo que eles têm para prepararem os gados, o que pode gerar prejuízos na exposição, principalmente nos leilões.


“Fiz um apelo para darem um prazo até o dia 8 de março para dar uma posição concreta e eles acataram. Caso não haja decisão, deixo-os livres para se decidirem, não posso exigir sacrifício de ninguém”, diz Maia.


Faltando 40 dias para feira, Maia está confiante no recurso enviado ao Tribunal de Justiça. “A indecisão está prejudicando o evento, estou muito preocupado, se não reverter a situação não tem como ter feira, mas vamos esperar a Justiça”.


Maia reafirmou que se não houver a liberação dos shows, não haverá Expogrande. “Esse impasse não nos compromete apenas com os criadores, mas também em fechar a agenda com os artistas”, afirma o presidente.

Jornal Midiamax