Geral

Império do Morro discute permanência na Avenida em 2013

A possibilidade de a Império do Morro ficar fora do carnaval do ano que vem foi discutida na noite da segunda-feira, 10 de dezembro, durante reunião com a Comissão de Diretores e antigos presidentes da escola de samba. Como antecipou este Diário, o planejamento orçamentário prevê a necessidade de recursos acima de R$ 200 mil, […]

Arquivo Publicado em 12/12/2012, às 12h19

None
2100882372.bmp

A possibilidade de a Império do Morro ficar fora do carnaval do ano que vem foi discutida na noite da segunda-feira, 10 de dezembro, durante reunião com a Comissão de Diretores e antigos presidentes da escola de samba. Como antecipou este Diário, o planejamento orçamentário prevê a necessidade de recursos acima de R$ 200 mil, verba que a agremiação não dispõe.


“Hoje a escola de samba Império do Morro não tem dinheiro. Para colocar para competir teria que ter na mão R$ 220 mil. O conselho e os diretores decidiram por unanimidade o que vai ser melhor para a escola. Todos optaram pelo afastamento”, declarou ao Diário na edição de segunda-feira o tesoureiro Waldir Padilha.


O cenário do possível afastamento e a oficialização da desistência da participação no desfile da segunda-feira, 11 de fevereiro, à Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá (Liesco) dominaram as discussões durante o encontro realizado na antiga quadra da Império do Morro, na esquina das ruas Frei Mariano e Porto Carrero.


Ex-presidente da verde e rosa e responsável direto pelo retorno da Império ao carnaval corumbaense em 2003, o empresário Zezinho Martinez afirmou que o grupo mantém os esforços voltados para a manutenção da escola de samba no cenário. “Estamos fazendo um grande esforço, entre todos. Cada um saiu com uma posição favorável para agregar valor a Império”, disse.


“Como ex-presidente fui chamado para participar da reunião e já estamos mobilizando as pessoas para que a Império do Morro não fique fora do carnaval”, afirmou ao enfatizar que busca contato com parceiros que o ajudaram a viabilizar o retorno da mesma entidade carnavalesca nos primeiros anos da década passada.


Respondendo pela direção da Comissão de Diretores, o tesoureiro Waldir Padilha, informou que uma reunião na noite de hoje, 12 de dezembro, deve selar os destinos da agremiação para 2013. Há no horizonte verde e rosa a sinalização de patrocínio.


“A comissão vai avaliar a situação e a resposta sai nesta quarta-feira. Na reunião, a Comissão de Diretores dará o parecer”, disse Padilha destacando a existência de um parceiro que se “propôs a ajudar na parte financeira da escola”, completou.


A Império do Morro retornou ao carnaval corumbaense em 2003. De lá até este ano participou de dez desfiles. Foi campeã em seis deles e vice em outros quatro. A escola é detentora de 30 títulos de campeã do carnaval. A última conquista foi em 2011 com o enredo “A Império conta e canta a influência do Sol sobre as civilizações”.

Jornal Midiamax