Geral

IFMS abre inscrições para Exame de Seleção 2013

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) publicou nesta quarta-feira, 5, o edital com a oferta de 880 vagas para cursos técnicos de nível médio integrado que serão oferecidos a partir do ano que vem nos municípios de Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas. A inscrição para […]

Arquivo Publicado em 05/12/2012, às 13h56

None

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) publicou nesta quarta-feira, 5, o edital com a oferta de 880 vagas para cursos técnicos de nível médio integrado que serão oferecidos a partir do ano que vem nos municípios de Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas. A inscrição para o Exame de Seleção 2013 pode ser feita até o dia 13 de janeiro, pela internet.


A oferta de vagas por câmpus, as regras do processo seletivo e o acesso ao sistema de inscrições estão disponíveis no endereço www.ifms.edu.br.


A taxa de inscrição é de R$ 35,00 e pode ser recolhida em qualquer agência do Banco do Brasil até o dia 16 de janeiro. O candidato pode pedir isenção até 14 de dezembro.


Para concorrer às vagas dos cursos técnicos integrados, em que o estudante cursa o ensino médio e aprende uma profissão, é preciso ter o ensino fundamental completo. Nos cursos da Educação de Jovens e Adultos (Proeja), também é necessário ter, no mínimo, 18 anos.


A prova, com questões de língua portuguesa, matemática e conhecimentos gerais, está marcada para o dia 17 de fevereiro (domingo). A previsão é que o resultado do processo seletivo seja divulgado no dia 11 de março.


Cotas – Metade das vagas em cada curso é destinada aos candidatos que cursaram todo o ensino fundamental em escola pública. Desse total, o IFMS reserva um percentual das vagas a estudantes que comprovem renda familiar bruta mensal per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e, também, aos que se autodeclarem pretos, pardos e indígenas. A opção deverá ser informada no ato da inscrição.


Não será considerado beneficiário de ação afirmativa o estudante que cursou qualquer período, ano ou série do ensino fundamental em escolas particulares, mesmo que tenha recebido bolsa de estudo parcial ou integral.

Jornal Midiamax