Geral

Homem é espancado até a morte por grupo em Dourados

Gedeão Simão de Araújo, de 28 anos, foi espancado até à morte na noite de ontem por um grupo de jovens. Vizinhos ouviram gritos e pedidos de socorro, por volta das 23 horas e, quando saíram à Rua S-11 (Vila São Braz), encontraram a vítima agonizando. Acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) […]

Arquivo Publicado em 15/10/2012, às 10h21

None
1247643032.jpg

Gedeão Simão de Araújo, de 28 anos, foi espancado até à morte na noite de ontem por um grupo de jovens. Vizinhos ouviram gritos e pedidos de socorro, por volta das 23 horas e, quando saíram à Rua S-11 (Vila São Braz), encontraram a vítima agonizando.


Acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e quando os socorristas da Equipe Alfa chegou, Gedeão estava morto. Ao lado do corpo havia paus, tijolos e pedras manchados de sangue, alguns sobre o corpo, cabeça e rosto que ficou desfigurado. Devido às pancadas houve rachadura do crânio, expondo a massa encefálica.


A vítima vestia camisa amarela e bermuda azul. Não portava qualquer documento, mas o corpo foi reconhecido por um irmão dele que levou a Polícia Militar, Polícia Civil e Perícia Criminal até a casa, na Rua Alegrette (Vila Valderez), onde Gedeão morava em companhia da mãe. Ela entregou os documentos do filho à polícia, que se certificou acerca da identidade da vítima.


O perito criminal André Kiyoshi, da Coordenadora Geral de Perícias da Secretaria de Justiça (Sejusp) acompanhou os trabalhos no local do crime, juntamente com agentes do 1º Distrito Policial. O caso está sob a investigação do 2º Distrito Policial de Dourados.


De acordo com a polícia, Gedeão já cumpriu pena por furto e também tinha passagens pelas delegacias da cidade, por outros delitos.

Jornal Midiamax