Geral

Homem assaltado é correspondente bancário do HSBC

A pessoa assaltada na tarde dessa segunda-feira, 10, na Agência do HSBC localizada na Avenida Afonso Pena com Rua Terenos, em Campo Grande não era um cliente do banco, mas um correspondente bancário. De acordo com informações obtidas pela reportagem, o correspondente bancário presta serviços para o HSBC no mesmo bairro que fica a agência. […]

Arquivo Publicado em 10/12/2012, às 20h07

None
1967143779.jpg

A pessoa assaltada na tarde dessa segunda-feira, 10, na Agência do HSBC localizada na Avenida Afonso Pena com Rua Terenos, em Campo Grande não era um cliente do banco, mas um correspondente bancário.

De acordo com informações obtidas pela reportagem, o correspondente bancário presta serviços para o HSBC no mesmo bairro que fica a agência. Provavelmente ele estava trazendo movimentação de recebimentos do final de semana.

A presidente do Sindicato Bancários de Campo Grande, Iaci Azamor disse que foi até a agência e fez o teste de detector de metais na porta giratória. O dispositivo funcionou normalmente, ou seja, barrando a entrada de produtos metálicos.

Embora a agência negue que o assalto ocorreu dentro da agência e sim no auto-atendimento, um cliente afirma que viu a movimentação depois da passagem da porta giratória. A polícia deve requisitar imagens do circuito interno, caso existam, para esclarecer a ação e até chegar ao autor.

O assalto aconteceu por volta das 14h dessa segunda-feira. Um homem armado se dirigiu até a vítima e anunciou a ação. O policial civil Rodrigo Roque que estava na agência tentou impedir o assalto. Houve troca de tiros, inclusive dois atiram Roque.

Fora da agência da troca de tiros continuou e, possivelmente, o assaltante também foi baleado. Um comparsa deu fuga na esquina da Rua Terenos com Avenida Bandeirantes. Eles fugiram em uma moto Titan vermelha.

Aparato policial da Derf, Garras, Cigcoe, PM e Polícia Civil está empenhado em capturar a dupla que levou R$ 190 mil.

Jornal Midiamax