Geral

Guarda noturno é autuado em R$ 4 mil por criar aves silvestres ilegalmente

Policiais Militares Ambientais de Campo Grande (MS) faziam rondas pelo bairro Vila Eliane, na Capital e autuaram ontem no final da tarde um guarda noturno por criação ilegal de pássaros silvestres. Em frente a uma residência havia várias gaiolas com canários-belgas, que podem ser criados em cativeiro, porém, em uma gaiola, havia um animal silvestre […]

Arquivo Publicado em 20/09/2012, às 13h53

None
1820966684.JPG

Policiais Militares Ambientais de Campo Grande (MS) faziam rondas pelo bairro Vila Eliane, na Capital e autuaram ontem no final da tarde um guarda noturno por criação ilegal de pássaros silvestres. Em frente a uma residência havia várias gaiolas com canários-belgas, que podem ser criados em cativeiro, porém, em uma gaiola, havia um animal silvestre da espécie pássaro-preto.


Os policiais verificaram que o homem não possuía documentação do órgão ambiental para a criação da ave. Ele afirmou que um amigo havia deixado o animal com ele. Porém, mesmo tendo negado ter mais pássaros, os policiais ouviram cantos no fundo da residência e, então, o guarda noturno permitiu que os policiais averiguassem e foram encontrados mais 1 pássaro-preto, 5 canários-da-terra e 1 marreco. Os animais foram apreendidos.


O proprietário dos animais recebeu multa de R$ 4.000,00. Ele também foi conduzido, juntamente com as aves apreendidas, à delegacia de crimes ambiental da Capital e responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de 6 meses a 1 ano de detenção. Os animais foram encaminhados ao Centro de Reabilitação de Animais silvestres – CRAS.

Jornal Midiamax