Geral

Guanandi se organiza para maior debate de candidatos de sua história em Campo Grande

Debate foi organizado de forma democrática, diz gerente da TV Guanandi. Os sete candiatos à Prefeitura de Campo Grande participam hoje à noite, às 20h, do debate sobre as propostas de governo

Arquivo Publicado em 14/09/2012, às 17h39

None
949549460.gif

Debate foi organizado de forma democrática, diz gerente da TV Guanandi. Os sete candiatos à Prefeitura de Campo Grande participam hoje à noite, às 20h, do debate sobre as propostas de governo

Os sete candidatos à Prefeitura de Campo Grande se confrontarão na noite deste sábado (15) no debate realizado pela TV Guanandi, afiliada da TV Bandeirantes em Mato Grosso do Sul. Esse é o terceiro e promete ser o maior debate da história da TV na Capital.


Com exibição ao vivo, o debate será transmitido a partir 20h20min, com duração aproximada duas horas em cinco blocos e quatro intervalos comerciais. A jornalista Flávia Vicuña será a mediadora.
Segundo o gerente da emissora, Maurício Andreoli, no dia seis de agosto, a equipe da TV e representantes dos candidatos se reuniram para acertarem todo o esquema do debate.


“As salas que os candidatos vão ficar antes do debate acontecer, a disposição deles no estúdio, quem começa e quem termina, ou seja, todas as regras foram sorteadas de forma democrática”, destacou.


Maurício informou que nas dependências da emissora só poderão entrar os candidatos e os sete jornalistas que foram designados com uma semana de antecedência para fazerem perguntas no quarto bloco. “Cada candidato poderá ter acompanhamento de doze pessoas e os sete jornalistas com suas respectivas equipes”, disse.


Como a população não poderá entrar nas dependências da emissora, a TV Guanandi irá disponibilizar um telão na rua para o público acompanhar ao vivo o debate.


A ordem e a apresentação dos candidatos serão feitas da esquerda para a direita. A duração das perguntas será de 30 segundos e as respostas poderão ser feitas até dois minutos. Para réplicas, tréplicas e comentários a duração será de até um minuto.


No primeiro bloco, o mediador fará uma pergunta sobre um tema para cada candidato. Os temas são: saúde, assistência social, geração de emprego e renda, infraestrutura e meio ambiente, transporte público e trânsito, educação e política tributária.


Os candidatos farão perguntas de temas livres uns aos outros no segundo bloco. O candidato que perguntar terá direito a réplica e o candidato que responder terá direito a réplica. Nenhum candidato poderá ser escolhido mais de uma vez para perguntar e responder.


A apresentação do terceiro bloco será igual ao anterior, mas a ordem de quem pergunta e quem responde será inversa do segundo bloco. Conforme explicou o gerente da emissora, os candidatos que se sentirem ofendidos poderão pedir direito de resposta que passará pelo crivo do departamento jurídico. “O comitê jurídico com três membros que decidirá se o candidato terá ou não o direito de responder”, explicou.


Sete jornalistas participarão do debate no quarto bloco. O Midiamax será representado pela jornalista Lidiane Kober, editora de política. A definição de quem perguntará a quem será decidida em sorteio, 30 minutos antes do início do confronto de propostas. O tema será livre.


No quinto e último bloco, os sete candidatos terão dois minutos para apresentar suas considerações finais. A ordem de participação será a inversa do primeiro bloco.

Jornal Midiamax