Geral

Grécia vence a primeira, elimina Rússia e vai às quartas

A Grécia conquistou, neste sábado, uma vaga para as quartas de final da Eurocopa 2012. Campeã da competição em 2004, a equipe do técnico português Fernando Santos derrotou a Rússia por 1 a 0 e se garantiu entre as oito melhores da competição. De quebra, o duelo ajudou a definir o Grupo A do torneio […]

Arquivo Publicado em 16/06/2012, às 22h28

None

A Grécia conquistou, neste sábado, uma vaga para as quartas de final da Eurocopa 2012. Campeã da competição em 2004, a equipe do técnico português Fernando Santos derrotou a Rússia por 1 a 0 e se garantiu entre as oito melhores da competição. De quebra, o duelo ajudou a definir o Grupo A do torneio europeu, no qual os gregos de classificaram ao lado da República Checa.

Enquanto a Grécia vencia a Rússia no Estádio Nacional de Varsóvia, os checos venciam a anfitrião Polônia pelo mesmo 1 a 0 em Wroclaw – gol de Jiracek, aos 26min do segundo tempo. Desta forma, a República Checa acabou em primeiro lugar, com seis pontos, seguida de Grécia e Rússia, com quatro – melhor para o time azul e branco, que avançou graças ao confronto direto contra a equipe do Leste Europeu. Com dois pontos, a Polônia repete Suíça e Áustria, anfitriãs da Euro 2008 e eliminadas na primeira fase.

No jogo deste sábado em Varsóvia, a Grécia assustou logo aos 4min do primeiro tempo, após cobrança de escanteio pela direita que Katsouranis desviou e Malafeev defendeu. Os russos, porém, responderam aos 9min, em chute de primeira de Arshavin – Sifakis pegou. Ao longo do primeiro tempo, a seleção helência apostou na defesa, mesmo precisando da primeira vitória na Euro 2012 para se classificar para as quartas de final.

Diante dos muitos erros de passes dos gregos na partida, a Rússia dominava a posse de bola, mas pecava nas conclusões – aos 36min, Dzagoev arrumou na medida para Kherzakov, que furou e perdeu a chance de abrir o placar. Como “punição”, a Grécia conseguiu marcar: aos 46min, Karagounis foi lançado em profundidade, invadiu a área pela direita e chutou cruzado, com força, anotando o primeiro.

Em busca do empate, o técnico Dick Advocaat sacou o ineficiente Kherzakov para colocar em campo Pavlyuchenko – e ao menos conseguiu manter a pressão no ataque, com um chute do reserva à direita do gol de Sifakis, aos 7min. Na resposta, a Grécia pediu um pênalti aos 16min, em dividida de Karagounis com Ignashevich. A arbitragem não marcou, e ainda deu amarelo ao grego.

No fim do jogo, a Rússia passou a pressionar com boas oportunidades. Aos 29min, Denisov chutou forte da entrada da área, mas Sifakis defendeu sem sustos. Depois, aos 38min, Arshavin cruzou pela direita, mas a cabeçada passou apenas rente à trave direita do goleiro grego. Terminava assim o sonho da Rússia, semifinalista da Eurocopa 2008.

Com o segundo lugar do Grupo A, a Grécia agora espera nas quartas de final o primeiro do Grupo B – a Alemanha, com seis pontos, confirma o confronto caso empate com a Dinamarca neste domingo. A República Checa, por sua vez, enfrentará o segundo do Grupo B em disputa por uma vaga nas semifinais da competição. As quartas de final começam em 21 de junho.

Jornal Midiamax