Geral

Governo de MS cancela contrato para tratamento de esgoto em penitenciárias do interior

O Governo do Estado, por meio da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) cancelou dois contratos de prestação de serviços de manutenção preventiva e corretiva da estação de tratamento e esgoto em penitenciárias do interior. Segundo a publicação desta quarta-feira (29) do Diário Oficial do Estado, as penitenciárias de segurança média de Três […]

Arquivo Publicado em 29/02/2012, às 12h20

None

O Governo do Estado, por meio da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) cancelou dois contratos de prestação de serviços de manutenção preventiva e corretiva da estação de tratamento e esgoto em penitenciárias do interior.


Segundo a publicação desta quarta-feira (29) do Diário Oficial do Estado, as penitenciárias de segurança média de Três Lagoas e da máxima de Naviraí tiveram o serviço cancelado. Assinam pela rescisão Deusdete Souza de Oliveira Filho e Jorge Sadao Naka.


A empresa que fornecia o serviço às penitenciárias é a Thime Construções e Tratamentos de Efluentes Ltda., a mesma que receberá R$ 35.800 para elaborar projetos executivos complementares do prédio do Núcleo Hemoterápico, no Hospital Regional.


A assessoria de comunicação da Agepen explicou, posteriormente à publicação, que os contratos foram rescindidos porque tiveram que ser renovados ou refeitos por conta do prazo vencido de licitação. A Thime Construções e Tratamentos de Efluentes venceu novamente a licitação para prestar serviços ao presídio de segurança máxima de Naviraí, por 12 meses, pelo valor de R$ 216.000,000, segundo publicado no Diário Oficial do Estado do dia 2 de fevereiro deste ano.


No presídio de segurança média de Três Lagoas, a empresa vencedora da licitação foi a Sanágua Tecnologia em Análise Ambiental e Derivados do Petróleo, pelo valor de R$ 161.989,92 por um ano, conforme publicação do Diário Oficial do Estado do dia 12 de dezembro de 2011.


Matéria editada às 10h30 para acréscimo de informações.

Jornal Midiamax