Geral

Giroto volta a se queixar de críticas e diz que Campo Grande não merece ataques

A coligação “Mais Trabalho por Campo Grande”, abriu o programa eleitoral desta quarta-feira (19) com o candidato a prefeito Edson Giroto (PMDB) se queixando das críticas dos adversários. Ele alegou que os ataques não o atingem, mas prejudicam a cidade. “A Capital está injustamente sendo agredida nos últimos dias, fazem uma campanha de críticas descabidas, […]

Arquivo Publicado em 19/09/2012, às 16h30

None
1963461294.jpg

A coligação “Mais Trabalho por Campo Grande”, abriu o programa eleitoral desta quarta-feira (19) com o candidato a prefeito Edson Giroto (PMDB) se queixando das críticas dos adversários. Ele alegou que os ataques não o atingem, mas prejudicam a cidade.


“A Capital está injustamente sendo agredida nos últimos dias, fazem uma campanha de críticas descabidas, mostram a nossa Campo Grande como se fosse uma cidade sem rumo e sem lei, um lugar bem diferente daquele que nós construímos”, disse.


Giroto reconheceu que Campo Grande tem problemas, mas frisou que nada justifica tantas críticas. “É evidente que uma cidade como a nossa, que cresce acima da média nacional, que está entre as cinco mais bem desenvolvidas do Brasil, tenha problemas, todas as cidades têm, mas nada justifica o que estão fazendo, Campo Grande não merece isso”, acrescentou.


Na sequência, o candidato exibiu moradores elogiando as obras da administração do PMDB. Depois, o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) disse que existe “articulação combinada dos outros seis candidatos para atacar Campo Grande”.

Jornal Midiamax