Geral

Ganso diz que não se arrepende de declaração sobre o São Paulo

Em meio às discussões envolvendo a sua saída do Santos, o meia Paulo Henrique Ganso não se mostrou arrependido sobre o momento. O camisa 10 do clube da Vila Belmiro mantém a posição de que seria ”um prazer” jogar no arquirrival São Paulo. – Não me arrependo (das declarações). São grandes clubes, São Paulo, Santos, […]

Arquivo Publicado em 25/08/2012, às 23h23

None

Em meio às discussões envolvendo a sua saída do Santos, o meia Paulo Henrique Ganso não se mostrou arrependido sobre o momento. O camisa 10 do clube da Vila Belmiro mantém a posição de que seria ”um prazer” jogar no arquirrival São Paulo. – Não me arrependo (das declarações). São grandes clubes, São Paulo, Santos, Palmeiras, Internacional e Flamengo. Não se pode descartar nenhum deles. Eu estou jogando aqui – rebateu o jogador.

Antes do jogo, o presidente santista Luis Álvaro de Oliveira declarou que compreendia a ira da torcida do Peixe, que prometeu repreender o seu maestro ao longo do jogo. Segundo o mandatário, a história já ”encheu o saco” por causa das repetições. Sem endossar as falas de Laor, Ganso lembrou que já passou muito perrengue e que ninguém traz à tona. – Não é a primeira vez que a torcida pega no meu pé.

Tenho cabeça boa, joguei e honrei camisa. Até já joguei machucado pelo Santos e isso ninguém fala. Vamos continuar ajudando o Santos a chegar no G4 – disse. Indagado se o ciclo já havia se encerrado com a 10 do Peixe, o meia negou qualquer problema. Agora, tira de si a responsabilidade sobre a sua permanência. – Eu tenho contrato com o Santos. Se eu vou terminar a temporada ou não, eu acredito que sim. Minha vontade é de sempre estar jogando pelo Santos. Tem coisas que acontecem fora de campo que te deixam chateado – completou.

Jornal Midiamax