Geral

Futuro prefeito de Florianópolis diz que seu desafio será unir a cidade

Eleito com 52,63% dos votos válidos, o advogado e deputado estadual licenciado Cesar Souza Júnior (PSD) disse que assumirá a prefeitura de Florianópolis, em janeiro de 2013, com o desafio de unir a cidade. “A partir de agora, passo a ser o prefeito de todos os florianopolitanos e não apenas daqueles que votaram na gente. […]

Arquivo Publicado em 29/10/2012, às 01h42

None

Eleito com 52,63% dos votos válidos, o advogado e deputado estadual licenciado Cesar Souza Júnior (PSD) disse que assumirá a prefeitura de Florianópolis, em janeiro de 2013, com o desafio de unir a cidade.

“A partir de agora, passo a ser o prefeito de todos os florianopolitanos e não apenas daqueles que votaram na gente. Sei que tenho muito trabalho pela frente e vou procurar honrar cada voto que recebi com muita luta e determinação”, disse Júnior ao chegar ao comitê de campanha, onde se juntou à carreata que seguiu em direção ao local onde centenas de pessoas já o aguardavam para comemorar a vitória, na Avenida Beira Mar Norte.

Júnior agradeceu aos 117.834 mil eleitores que votaram nele, ao governador Raimundo Colombo (PSD) pelo apoio e dedicou a vitória a sua avó, que morreu nesta madrugada. Reafirmou que, entre suas prioridades, está a contratação da mais profissionais de saúde e outras medidas que contribuam para melhorar a saúde pública. Ele também prometeu dar prosseguimento ao projeto de elaboração do Plano Diretor Municipal participativo, com o qual pretende administrar a cidade.

“Tenho certeza de que não vou decepcionar quem votou em mim e que vou surpreender muita gente que não votou fazendo uma grande e moderna administração, olhando para frente, e que devolva a Florianópolis a confiança no futuro”, disse Júnior aos jornalistas. “Vou dormir com a consciência tranquila de que tudo que prometi é aquilo que posso cumprir, mesmo sabendo que vou ter que trabalhar muito para isso.”

Perguntado se irá retribuir o apoio de partidos políticos recebidos durante a campanha, Cesar respondeu que não. “Não haverá política por política. Teremos técnicos que entendam do que estejam lidando. A política não pode sobrepujar a técnica.”

Classificando a campanha de difícil, disse pretender comemorar a vitória esta noite e começar a trabalhar já amanhã (29), quando irá pedir uma audiência ao prefeito Dario Berger com o objetivo de iniciar um diálogo de transição. E cumprimentou seu adversário, Gean Loureiro (PMDB), pelos 106.013 votos recebidos, “uma grande votação”.

Jornal Midiamax