Geral

Fundação de Cultura abre no Marco o Salão de Arte de Mato Grosso do Sul

A Fundação de Cultura do governo de Mato Grosso do Sul abre nesta terça-feira (30), às 19h30, no Museu de Arte Contemporânea, o Salão de Arte de Mato Grosso do Sul. Vinte obras fazem parte da mostra, que acontece até 23 de fevereiro de 2013. A seleção das obras foi feita pela Comissão de Análise […]

Arquivo Publicado em 30/10/2012, às 15h02

None
1142734877.jpg

A Fundação de Cultura do governo de Mato Grosso do Sul abre nesta terça-feira (30), às 19h30, no Museu de Arte Contemporânea, o Salão de Arte de Mato Grosso do Sul. Vinte obras fazem parte da mostra, que acontece até 23 de fevereiro de 2013.


A seleção das obras foi feita pela Comissão de Análise Documental e Material Fotográfico, que analisou a regularidade dos documentos exigidos e a proposta dos trabalhos. Os trabalhos se enquadram nas categorias desenho; pintura; gravura; escultura; fotografia; objeto; instalação; vídeo-arte; arte digital e linguagens periféricas.


Estarão na mostra obras dos artistas Camila Gabriela Abreu da Silva (MS), Camila Soato (DF), Coletivo Vania Jucá e Daniel Guazina (MS), Dalton Oliveira de Paula (GO), Edvan Soares Vieira (SP), Elen Braga Gruber (SP), Fernanda Manéa (RS), Heitor Luiz Medeiros Neto (MS), Heloisio da Silva (GO), José Adeilson dos Santos (BA), José Carlos Aragão (MG), José Henrique Silveira Yura (MS), Karina Liliane Zen (SC), Marcela Campos Sousa e Silva (GO), Mônica Flávia Cardoso Carvalho (SE), Priscilla de Paula Pessoa (MS), Roberto Góes Muller (RJ), Thais Lino Costa (MS), Venise Paschoal de Melo (MS) e Vladenir Menezes da Costa (RS).


Em uma segunda etapa a Comissão de Premiação analisará as obras utilizando como critérios a qualidade técnica, identidade própria e coesão de idéias, imaginação criativa e conjunto. Sete artistas serão premiados com R$ 6 mil cada e suas obras incorporadas ao acervo do Marco – Museu de Arte Contemporânea, da Fundação de Cultura. Os demais artistas (13 no total) receberão um prêmio no valor de R$ 1 mil.


Esta será a quarta edição do Salão de Arte desde que foi recriado pelo governo do Estado após 14 anos sem ser realizado. Desde então premiou 60 artistas contemporâneos nas áreas da pintura, instalação, escultura, fotografia e gravura.


“A realização de um Salão como este possibilita o aparecimento de novos talentos na área, o intercâmbio de informações e o contato do público local com novas linguagens neste setor. Enfim, oxigena a produção das artes visuais no Estado”, analisa Américo Calheiros, presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul.


Proposta – O Salão de Arte de Mato Grosso do Sul tem como objetivo ampliar o diálogo com a produção atual das artes visuais e estimular a reflexão sobre a produção cultural brasileira, de maneira a contribuir na promoção, difusão e expansão da diversidade da linguagem artística e cultural, além de possibilitar a compreensão das múltiplas expressões, não se limitando somente as de caráter local.


Serviço: Esclarecimentos e informações complementares sobre o Salão de Arte de Mato Grosso do Sul podem ser obtidos no Núcleo de Artes Visuais da Gerência de Desenvolvimento e Difusão de Programas Culturais da Fundação de Cultura, através dos telefones 3316-9170 (Núcleo de Artes Visuais, das 8h às 13h30) ou 3326-7449 (Marco, das 12h às 18 horas).

Jornal Midiamax