Geral

Fifa rebate governo e diz que atitude do Brasil é “infantil”

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, classificou neste sábado de “um pouco infantil” a decisão do Brasil, País organizador da Copa do Mundo de 2014, de não aceitá-lo mais como interlocutor da federação internacional, por suas críticas ao atraso nos preparativos. O rompimento foi anunciado neste sábado pelo ministro do Esporte, Aldo Rebelo. “Se o […]

Arquivo Publicado em 03/03/2012, às 17h21

None

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, classificou neste sábado de “um pouco infantil” a decisão do Brasil, País organizador da Copa do Mundo de 2014, de não aceitá-lo mais como interlocutor da federação internacional, por suas críticas ao atraso nos preparativos. O rompimento foi anunciado neste sábado pelo ministro do Esporte, Aldo Rebelo.

“Se o resultado (de minhas declarações) é que não querem mais falar comigo, se não sou a pessoa com quem querem trabalhar, então é um pouco infantil. Vou viajar ao Brasil no dia 12 de março”, disse Valcke em Londres. (Com informações da AFP)

Confira mais informações sobre o caso na notícia relacionada abaixo

Jornal Midiamax