Geral

Fiems entrega ampliação do Senai de Três Lagoas e anuncia obras de R$ 100 milhões

A cerimônia de inauguração foi realizada nesta sexta-feira e teve a presença da vice-governadora Simone Tebet

Arquivo Publicado em 31/08/2012, às 22h36

None

A cerimônia de inauguração foi realizada nesta sexta-feira e teve a presença da vice-governadora Simone Tebet

Com a presença da vice-governadora Simone Tebet, diversos empresários e centenas de alunos, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, inaugurou, nesta sexta-feira (31/08), as obras de modernização e ampliação do CetecSenai Três Lagoas, que tiveram início em novembro de 2011 e consumiram R$ 2.905.900,96. Além disso, ele aproveitou para anunciar investimento da ordem de R$ 100 milhões para o município, nos próximos dois anos, com as construções do Instituto Senai de Inovação de Biomassa (ISI Biomassa), que terá recurso de R$ 74 milhões, e do novo Sesi, que exigirá montante de R$ 26 milhões, em terrenos geminados de 42 mil metros quadrados e 41,5 mil metros quadrados, respectivamente, doados pelo Patrimônio da União e localizados na Rua Angelina Tebet, Bairro Santa Luzia.

Segundo Sérgio Longen, esses investimentos são fruto da parceria que o Sistema Fiems tem com a administração municipal de Três Lagoas e eles servirão para ampliar o suporte já oferecido pelo Sesi e Senai às indústrias instaladas na região ou em processo de implantação no município. “O processo de industrialização de Três Lagoas avança a passos largos porque os empresários enxergaram na região condições para progredirem. Atualmente, o município paga os melhores salários do Estado e isso devido à qualificação profissional disponibilizada pelo Senai. Portanto, pretendemos continuar investindo na capacitação dos jovens de toda a região e obras como as que entregamos hoje demonstram essa nossa preocupação, pois elas vão contribuir para o oferecimento de uma melhor formação”, discursou.

A vice-governador Simone Tebet recordou da época em que assumiu a Prefeitura de Três Lagoas, quando se tratava de uma cidade com pouco infraestrutura e muitos problemas. “Tínhamos falta de emprego e salários baixos, mas hoje, graças a um conjunto de fatores e às parcerias, como a que temos com o Sistema Fiems, a cidade de Três Lagoas é a 3ª do Estado em número de habitantes e a 2ª em PIB Industrial. O município tem um sentimento de gratidão ao Sesi e Senai com todos os investimentos feitos até hoje, sem contar os novos que foram anunciados pelo presidente Sérgio Longen”, reforçou, completando que não se vai a lugar nenhum sem parceiros.

As obras

A modernização e ampliação do CetecSenai Três Lagoas inclui as reformas dos blocos da administração, da biblioteca, da oficina têxtil e das salas de aula, além da construção de uma cantina, de um novo bloco de salas de aula, de um novo bloco de oficinas e de uma nova fachada com guarita, bem como novos estacionamentos interno e externo com 49 vagas para automóveis, 71 vagas para motos e 44 vagas para bicicletas.

O diretor-regional do Senai, Jesner Escandolhero, acrescenta que a reformulação do Cetec de Três Lagoas vai proporcionar o aumento da capacidade na realização de serviços. “Três Lagoas é a região que mais se desenvolve e o Sistema Fiems pensando em proporcionar melhores condições aos trabalhadores da indústria, demandou a ampliação e modernização da entidade, com a finalidade de atender um numero maior de pessoas. Fizemos a reformulação completa do Senai, sua modernização, para aumentar a capacidade na realização de serviços e cursos para as indústrias da região e toda a comunidade”, declarou.

O gerente do CetecSenai Três Lagoas, Adevaldo Vasconcelos, ressalta que o número de salas de aula passou de 10 para 21. “Vale lembrar que nós trabalhamos com base em demanda e toda essa reforma e reestruturação proporciona o atendimento da demanda crescente por profissionais qualificados. Com a entrega teremos um salto de qualidade na recepção do aluno, sem contar todo o layout do prédio que também foi modificado”, disse, informando que, com as obras, será possível ampliar de 1,4 mil vagas em 50 cursos de diversas modalidades para 2,5 mil vagas em 75 cursos a partir deste ano.

O coordenador de engenharia do Sistema Fiems, Julio Da Cas Neto, reforça que, com as obras na unidade, o bloco administrativo passa a ter salas de espera e atendimento, de professores, de supervisão pedagógica, de reunião e de supervisão de educação e tecnologia, além de secretaria, copa, gerência e recepção. Já o bloco de oficina têxtil conta com sala de aula e laboratório, enquanto o novo bloco de salas de aula terá mais oito salas e o novo bloco de oficinas contará com salas de fermentaria, esmerilhamento, solda, almoxarifado, automação, metrologia e tornearia.

Jornal Midiamax