Geral

Fiems apresenta Plano de Desenvolvimento Regional a empresários de Sidrolândia

No âmbito do projeto Encontros Empresariais, a Fiems apresentou, na noite de ontem (18/09), no Sindicato Rural de Sidrolândia, o PDR (Plano de Desenvolvimento Regional) aos empresários locais. Trata-se da elaboração, de forma participativa, de um plano de desenvolvimento regional do ambiente de negócios e da competitividade empresarial sul-mato-grossense. Segundo o presidente da...

Arquivo Publicado em 19/09/2012, às 12h57

None

No âmbito do projeto Encontros Empresariais, a Fiems apresentou, na noite de ontem (18/09), no Sindicato Rural de Sidrolândia, o PDR (Plano de Desenvolvimento Regional) aos empresários locais. Trata-se da elaboração, de forma participativa, de um plano de desenvolvimento regional do ambiente de negócios e da competitividade empresarial sul-mato-grossense.


Segundo o presidente da Fiems, Sérgio Longen, o PDR busca organizar e fortalecer as lideranças empresariais do Estado, bem como a atração de novos empreendimentos e definição de vocações competitivas regionais. “Precisamos construir o desenvolvimento do setor industrial em Mato Grosso do Sul e o PDR vai contribuir com essa missão. Nossa intenção é trabalhar em parceria com os prefeitos de cada município do Estado e também com a classe política formada por vereadores, deputados estaduais e federais e senadores”, reforçou.


Sérgio Longen acrescenta que não se pode concentrar as indústrias em apenas alguns municípios. “Temos de colocá-las em todas as regiões do Estado. Nesse sentido, a partir do próximo ano, vamos estender o Ação Fiems, que leva cursos gratuitos de formação profissional do Senai e inclusão digital do Sesi para mais 7 cidades do interior”, anunciou.


Ele também apresentou o desempenho industrial do Estado, ressaltando o número de indústrias instaladas até julho passam de 10,3 mil, que juntas empregam 131,1 mil trabalhadores, enquanto em agosto a receita de exportação de industrializados chegou a US$ 1,81 bilhão.


Índice


Já o diretor-corporativo da Fiems, Jaime Verruck, detalhou que o PDR procurará sensibilizar e mobilizar os empresários dos setores agropecuário, industrial e comercial em torno da elaboração do plano de desenvolvimento do ambiente de negócios e competitividade, promovendo o debate sobre a promoção da competitividade no interior da comunidade empresarial sul-mato-grossense.


Ele informou ainda que, em novembro, no âmbito do PDR, será lançado o IECM/MS (Índice Empresarial de Competitividade Municipal de Mato Grosso do Sul). “O Índice será é um indicador síntese, elaborado pelo Sistema Fiems, que objetiva monitorar periodicamente as potencialidades de desenvolvimento socioeconômico de uma região, considerando as diferentes realidades de sua menor divisão federativa, o município. O IECM avaliará a população, a educação, a saúde, o meio ambiente, o ambiente de negócios e infraestrutura de cada cidade”, adiantou.


Na avaliação do prefeito de Sidrolândia, Daltro Fiuza, o PDR é uma iniciativa de peso do Sistema Fiems e contará com o apoio da sua administração municipal e também com as de outras cidades do Estado. “É importante esse tipo de ação apresentada pela Fiems, Com certeza, o PDR será um grande divisor de águas do desenvolvimento industrial de muitos municípios sul-mato-grossenses”, disse. O presidente da Associação Comercial de Sidrolândia, José Carlos Domingos de Oliveira, também elogiou a iniciativa do Sistema Fiems e assegurou total apoio do comércio local na efetivação do Plano. “O PDR deve alavancar a nossa economia, beneficiando todos os setores”, previu.


O empresário João José da Silva, dono da Lojas Silva, considera o PDR uma ação que já devia ter sido encampada há muito tempo, pois só trará benefícios para todos os setores da economia dos municípios do interior do Estado. “O futuro de Sidrolândia pode ficar muito melhor com a implantação desse Plano de Desenvolvimento Regional”, reforçou. Já o gerente-geral da Seara Alimentos, Rogério Rozane, declarou que é de suma importância uma ação como essa proposta pelo Sistema Fiems. “Acredito que quanto mais indústrias tivemos em diversas regiões do Estado, mais a economia de Mato Grosso do Sul ficará fortalecida”, analisou.


Banco do Brasil


Ainda durante o projeto Encontros Empresariais, o superintendente do Banco do Brasil, Fábio Euzébio, fez uma palestra sobre linhas de financiamentos empresariais. Ele detalhou aos empresários presentes no evento as linhas oferecidas pelo BNDES (Finame PSI, Cartão BNDES e Progeren), o FCO Empresarial, BB Giro 13º Salário, Giro Flex Agro, entre outras. “O Finame PSI, por exemplo, oferece prazo de financiamento de 36 a 144 meses, com carência de 3 a 36 meses. O limite de financiamento pode ser de até 100% do valor do bem, para empresas com receita bruta de até R$ 90 milhões ao ano, e de até 90%, para receita bruta acima de R$ 90 milhões ao ano”, disse.


Já o Progeren, conforme Fábio Euzébio, é uma linha de capital de giro com recursos do BNDES para as indústrias de transformação vigente até 31 de dezembro deste ano. “O prazo é até 36 meses, incluída a carência de 3 à 12 meses, sendo que os limites são de, mínimo, R$ 20 mil e de, máximo, de R$ 50 milhões com encargos de 0,60% ao mês”, informou, completando que o Banco do Brasil ainda oferece o BB Giro Empresa Flex, que tem prazo de até 60 meses e a forma de pagamento é em parcelas mensais, bimestrais, trimestrais, quadrimestrais, semestrais ou cronograma livre com taxas médias de 1,02% a 1,60% ao mês.


Também acompanharam a apresentação do PDR o deputado estadual Paulo Corrêa, o presidente do Sindivest/MS, José Francisco Veloso, o presidente do Sicadems, Ivo Scarcelli, a presidente do Silems, Milene de Oliveira Nantes, o diretor-regional do Senai, Jesner Escandolhero, o superintentende do Sesi, Michael Gorski, e o superintendente do Sebrae/MS, Cláudio Mendonça.

Jornal Midiamax