Geral

FCMS leva Exposição “Cia Matte Larangeira” para Aquidauana

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul leva a Exposição “Cia Matte Larangeira” para o Festival Pantaneiro que irá acontecer no Parque de Exposição Agropecuária de Aquidauana, entre os dias 30 de novembro e 2 de dezembro. A mostra reúne fotografias e documentos históricos que revelam através da Companhia Matte Larangeira o primeiro […]

Arquivo Publicado em 30/11/2012, às 09h15

None
2006082228.bmp

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul leva a Exposição “Cia Matte Larangeira” para o Festival Pantaneiro que irá acontecer no Parque de Exposição Agropecuária de Aquidauana, entre os dias 30 de novembro e 2 de dezembro.


A mostra reúne fotografias e documentos históricos que revelam através da Companhia Matte Larangeira o primeiro ciclo econômico importante na história de Mato Grosso do Sul. A Cia se estabeleceu na região sul do Mato Grosso, hoje Mato Grosso do Sul, em 1892, sua atividade era a extração da erva mate e exportação à Argentina.


A empresa foi responsável por um grande impulso na economia e desenvolvimento desta região. As fotografias e textos mostram detalhes das fases de produção; a mão de obra, constituída por trabalhadores paraguaios que, pela tradição, detinham conhecimento; o transporte da erva até os portos (Porto Murtinho no Rio Paraguai e Guaíra no Rio Paraná), que era feito em carretas paraguaias chamadas carretas-corá, mais tarde com a evolução da Companhia passou a ser feito em “fordinhos”.


Apresenta também o desenvolvimento local e as diferenças sociais. Em 1921 a Cia inaugura sua nova sede, a Campanário. Com status de cidade possuía energia elétrica, telefone e campo de aviação. Na década de 30 a 40, em consequência da autonomia da Argentina na produção da erva mate e do fato de que o governo brasileiro não renovou a concessão das terras, a empresa cessa sua atividade de exploração da erva mate.

Jornal Midiamax